NOTÍCIAS

Meio Ambiente | 15.04.21 - 20h06

João Campos é eleito vice-presidente para Mudanças Climáticas da Frente Nacional de Prefeitos

A eleição e a posse aconteceram nesta quinta (15), em Reunião Virtual da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que elegeu a nova diretoria da Frente. Prefeito também participou do Congresso Mundial do ICLEI - Governos Locais para a Sustentabilidade.

 

O prefeito João Campos participou, de forma remota, da 79ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para eleição e posse da diretoria-executiva e conselho fiscal, gestão 2021/2023, realizada nesta quinta-feira (15). Na ocasião, o gestor municipal tomou posse como vice-presidente de Mudanças Climáticas da diretoria-executiva da FNP. A Frente tem tido um protagonismo crescente nos últimos anos e, recentemente, instituiu o Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar) com o objetivo de promover a aquisição dos imunizantes pelos municípios brasileiros para combater a Covid-19.

A FNP é formada por 412 municípios com mais de 80 mil habitantes, correspondendo a 61% da população do Brasil e 70% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Ao todo, mais de 2 mil municípios fazem parte do grupo que busca a aquisição de vacinas junto aos laboratórios de todo o mundo para reforçar o Plano Nacional de Imunização (PNI). A entidade é organizada em diretoria executiva, vice-presidências temáticas, por faixa populacional, estaduais e um conselho fiscal. No último dia 30 de março, João Campos tomou posse como vice-presidente de relações institucionais do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar) - instituído pela Frente.

Ainda nesta quinta, João Campos apresentou as experiências e ações da capital pernambucana em termos de sustentabilidade para gestores e líderes de diferentes países do mundo no Congresso Mundial do ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade. O gestor municipal falou sobre ação climática integrada e acesso a financiamento durante o Congresso Mundial do ICLEI - Governos Locais para a Sustentabilidade, realizado de forma virtual. De acordo com João Campos, uma cidade precisa de bons projetos para a captação de financiamentos para projetos relacionados à Ação Climática.

“No Recife, temos uma grande experiência e vocação no cuidado com o clima, isso começou, de maneira mais intensa, na gestão do prefeito Geraldo Julio.  Nós temos uma governança climática bem definida, um inventário atualizado de emissões, uma análise de riscos e de vulnerabilidades climáticas e um plano local de ações climáticas. Nós somos uma das poucas cidades brasileiras que tem um conjunto de ações para o diagnóstico para ação em relação a mudanças climáticas”, comentou ele na ocasião. “Em relação a financiamentos, é preciso ter um diagnóstico bem feito, ter bons projetos e buscar linhas de financiamento direcionadas para governos locais”, acrescentou.

O prefeito também contou que o Hospital da Mulher do Recife é alvo de um projeto de eficiência energética, com o apoio direto do Laboratório de Elaboração de Projetos Financiáveis, o LEDS Lab, do ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade. O projeto vai tornar o maior hospital já construído pela Prefeitura do Recife em uma unidade 100% sustentável do ponto de vista energético, com um amplo sistema de geração fotovoltaica de energia. 

As metas traçadas no Plano Local de Ação Climática (PLAC), elaborado em 2020 e citado pelo gestor durante o encontro, permitem enfrentar os impactos ambientais, promover a melhoria da qualidade de vida e trazer mais dinamismo à cidade. A construção do Plano, realizada de forma colaborativa com órgãos municipais, juventude e sociedade civil, reúne ações em quatro eixos: Mobilidade, Saneamento, Energia e Resiliência, com aplicabilidade técnica, financeira e ambiental para a formulação de programas e políticas ambiciosas de enfrentamento às mudanças climáticas.  As metas traçadas são de curto, médio e longo prazo para que a cidade possa cumprir o compromisso da neutralização do carbono até o ano de 2050, em conformidade com o Acordo de Paris. 

O ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade é uma rede global de mais de 1.750 governos locais e regionais comprometida com o desenvolvimento urbano sustentável. Ativos em mais de 100 países, influencia as políticas de sustentabilidade e impulsiona ação local para o desenvolvimento de baixo carbono, baseado na natureza, equitativo, resiliente e circular.