NOTÍCIAS

Educação | 06.12.17 - 16h04

Escritor Pedro Bandeira ministra palestra para docentes da rede de ensino

img_alt

O evento aconteceu durante a manhã no auditório da Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (ASPA), no bairro do Pina, e foi promovido pela Secretaria de Educação, através da Diretoria Executiva de Gestão Pedagógica e Gerência Geral de Projetos Pedagógicos. (Foto: Daniel Tavares/PCR)

 

Verdadeiro fenômeno da literatura infanto-juvenil brasileira, o escritor Pedro Bandeira proferiu palestra esta quarta-feira (06) para cerca de 50 professores e técnicos da rede de ensino da Prefeitura do Recife, todos ligados ao Programa Manuel Bandeira de Formação de Leitores. O evento aconteceu durante a manhã no auditório da Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (ASPA), no bairro do Pina, e foi promovido pela Secretaria de Educação, através da Diretoria Executiva de Gestão Pedagógica e Gerência Geral de Projetos Pedagógicos.

De acordo com Martha Azevedo, gerente de Projetos Pedagógicos da rede de ensino, a palestra de Pedro Bandeira integra as ações do projeto Aventuras da Leitura, que foi iniciado nas escolas de anos finais (6º ao 9º ano) em junho deste ano, quando os estudantes receberam livros do autor. “A culminância desse projeto está acontecendo hoje em dois momentos. Essa palestra para os professores agora pela manhã e à tarde, no Parque Dona Lindu, com um encontro do escritor com nossos estudantes”, explicou. O evento da tarde é a Expoeducação, quando os alunos farão apresentações culturais inspiradas nos livros de Bandeira estudados em sala de aula.

Dôra Kausch, professora de Biblioteca da Escola Municipal Karla Patrícia (Boa Viagem), gostou muito da apresentação de Pedro Bandeira. “Não o conhecia pessoalmente e achei bastante interessante e lúdica a palestra dele. Em primeiro lugar, porque em sintonia com que eu acredito, ele disse que sem educação nenhum país alcança o desenvolvimento e que isso passa pela valorização do professor. Outro ponto importante de sua fala foi a afirmação de que a criança só aprende a ler, lendo; e a escrever, escrevendo”, resaltou.

Feliz por estar no Recife, Pedro Bandeira lembrou que tem mais de 100 livros publicados. “Fui jornalista e comecei a trabalhar em revistas infantis vendidas em bancas. Fui tomando gosto e escrevi meu primeiro livro já aos 40 anos, mas não parei mais”, afirmou. Durante sua palestra, o escritor chamou a atenção pelo seu carisma e alegria e pelo uso constante da música e da poesia para explicar a importância da leitura e escrita no desenvolvimento das crianças e adolescentes. “Temos que investir cada vez mais em educação para formar uma geração que garanta um futuro melhor para nosso País. Isso sem perder de vista que educação só se faz com carinho e respeito às crianças e muito amor à profissão”, acrescentou.

O diretor executivo da ASPA, Sebastião Rodrigues, que abriu o espaço para a palestra, lembrou que o órgão mantém uma parceria sadia com a Prefeitura da Cidade do Recife (PCR). “Nós temos um projeto anual de incentiva à leitura, o concurso Ler Bem, e a rede municipal do Recife sempre participa com destaque. Essa apresentação de Pedro Bandeira é um incentivo a mais tanto para a PCR quando para todos nós”, garantiu.

O programa – Com mais de 250 educadores envolvidos, entre professores e técnicos, o Programa Manuel Bandeira de Formação de Leitores foi criado ma rede de ensino há 11 anos. Ele desenvolve atividades voltadas ao incentivo à leitura nas bibliotecas das escolas, o que inclui contação de histórias e oficinas de leitura, além da criação e apoio a projetos literários, organização de eventos culturais como recitais poéticos, encontros com escritores e lançamento de livros. Nas escolas e creches municipais, existem hoje 193 espaços de leitura ligados ao PMBFL, sendo 118 bibliotecas, 35 salas e 40 cantinhos de leitura.