NOTÍCIAS

Saúde | 09.08.18 - 15h54

PCR realizou 1ª feira de saúde do Idoso na comunidade do Coque

img_alt

Ao todo, 600 usuários acima de 60 anos receberam vários serviços de saúde (Foto: Irandi Souza/PCR)

 

A Secretaria de Saúde do Recife, por meio da Coordenação da Política de Saúde da pessoa Idosa, realizou na manhã de quinta-feira (9), na Unidade de Saúde da Família Coque Berilo Pernambucano, na Ilha Joana Bezerra, a primeira Feira de Saúde do Idoso. A ação contou com cerca de 600 participantes e teve como foco a prevenção de doenças, orientações sobre hábitos de vida saudáveis, orientações sobre o uso de fitoterápicos (uso de chás medicinais) e orientações sobre DST/AIDS, com distribuição de preservativos masculinos e femininos para essa população acima de 60 anos.

Na feira houve também avaliação odontológica. Dona Nanci Ribeiro da Silva, 63 anos e moradora da comunidade do Coque foi uma das atendida e elogiou o evento. "A feira está é animada. Cheguei e eu vim logo no dentista" explicou. Maria das Dores, 73, por sua vez, falou que sempre vai ao médico para cuidar da saúde. "O idoso precisa se prevenir. Eu me cuido, venho no posto do Coque", disse. A USF Coque Berilo Pernambucano tem quatro equipes de saúde e atende 2.400 idosos na comunidade do Coque, o que equivale ha 25% da população de 30 mil pessoas que freqüentam a unidade.

Entre as atividades que foram ofertadas na Feira do Idoso, houve oficina de artesanato, atrações lúdicas, auriculoterapia, aferição de pressão arterial, teste de glicose, profilaxia para verminoses, testes rápido para HIV, sífilis e hepatites B e C, triagem para tuberculose e hanseníase e citologia. O Programa Academia da Cidade do Recife (PAC) realizou cálculo do índice de massa corpórea (IMC) e fez a avaliação física dos participantes.

Outras ações que tiveram procura foram as palestras informativas, realizadas pelo Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), voltadas para cuidados com a saúde do idoso, como prevenção de quedas, presbifagia (envelhecimento do aparelho digestivo) e estímulos da memória, tipos de memória.

A ação contou com parceiros: Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (CIAPPI), assistentes sociais e psicólogos, advogados e voluntário da Legião da Boa Vontade (LBV)