Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer

NOTÍCIAS

Agenda do Prefeito | 10.10.17 - 14h30

Programa Recife Esportes de Rendimento inicia formação de futuros campeões recifenses

img_alt

Prefeito Geraldo Julio lançou nesta terça-feira (10), na Praia de Boa Viagem, projeto para a formação de novos atletas na cidade (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

 

"Agora a gente quer que o Recife possa sonhar com pessoas campeãs". Foi com esse desejo que o prefeito  Geraldo Julio lançou, na manhã desta terça-feira (10), o  projeto "Recife Esportes de Rendimento", novo programa da Prefeitura do Recife, realizado pela Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer. O objetivo da iniciativa é preparar atletas para esportes de alto rendimento. Neste primeiro momento, haverá escolinha de vôlei de praia, na Praia de Boa Viagem, e atletismo (marcha atlética e provas de fundo), nos parques Caiara e Macaxeira.

"Além do esporte educacional e do esporte e lazer, o Recife aposta agora no esporte de rendimento. Nossa aposta é em finalistas que possam ser campeões brasileiros, possam disputar olimpíadas e se tornar referências para as outras crianças e outros jovens. Aqueles que não chegarem a ser campeões, vão se formar como cidadãos e isso é muito importante", afirmou o prefeito. "Quando o atleta se transforma num campeão, ele vira exemplo para todos os outros", acrescentou.

As modalidades passaram pelo crivo da secretária executiva de Esportes do Recife, Yane Marques, que é pentatleta e bicampeã em Jogos Pan-americanos e medalhista olímpica. Emocionada com o lançamento do programa, a secretária deixou como recado para o grupo a importância do esporte para a formação cidadã. Em sua fala, ela contou sua trajetória - permeada pelos valores e princípios obtidos com a disciplina dos treinamentos - e grifou a expectativa de transformar o Recife numa cidade que detecta novos talentos. 

"Esse é meu maior sonho, envolvê-los nesse espírito e no que o esporte de rendimento traz como ordem. O atleta que se predispõe tem que aprender a ser dedicado, a ser obediente, respeitador, esforçado, ter garra, se superar. Então são valores e princípios que não consigo desvincular da qualidade de uma pessoa que quer ser um bom cidadão, ter um bom convívio com os outros. Fico muito feliz com esse projeto que a gente começa", afirmou. 

Quem ficou entusiasmado com a iniciativa foi o estudante Leonardo Ferreira dos Santos, 14 anos. Ele chegou até ali porque a professora viu no jovem um potencial atleta e o indicou para participar do projeto. "Eu quero ser um jogador na vida", disse Leonardo, que participa das aulas de vôlei.

Já a estudante Mariele Aparecida, 13 anos, contou que seu objetivo é aproveitar a oportunidade para conseguir um dia participar das Olimpíadas. "Quero seguir em frente", disse ela, que já treina voleibol na Escola Estadual Sargento Camargo, em Boa Viagem.

A proposta é formar atletas, oferecendo mais estrutura aos que já treinam, dando mais suporte para representar o Recife em competições regionais, nacionais e internacionais. 

Nesta fase inicial, serão contemplados 15 atletas de rendimento para treino profissional e mais 16 estudantes da rede municipal de ensino para as escolinhas. As aulas acontecerão as terças e quintas-feiras, das 14h às 17h30 (treino de atletas) e das 16h30 às 17h30 (escolinha de iniciantes); e às quartas e sextas-feiras, das 7h30 às 10h30 (treino de atletas) e das 9h às 10h (escolinha de iniciantes). 

Já as modalidades de Atletismo (marcha atlética e provas de fundo, de 3.000m; 5.000m; 10.000m), serão contemplados adolescentes e jovens de 15 a 21 anos, atendidos pelos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), através dos serviços de medidas socioeducativas e do Serviço de Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos. Esses jovens recifenses cumprem medida socioeducativa em meio aberto e passaram por situações de trabalho infantil ou demais situações de violações de direitos.

No Parque da Macaxeira, os treinos serão nas terças e quintas-feiras, das 7h às 9h e das 15h às 17h. No Caiara, às segundas e quartas- feiras, das 7h às 9h e das 15h às 17h.

E o projeto já tem tido boa repercussão entre aqueles que têm interesse por esportes. Ao todo, 48 pessoas já se inscreveram para seletiva do vôlei de praia e 136 para as modalidades de atletismo. Esse grupo passará por uma seleção feita pela equipe da Prefeitura para preencher as vagas. 

No bojo do projeto,  há também uma visão dedicada às pessoas com deficiência física. Até o fim do ano, os que quiserem treinar halterofilismo paralímpico terão oportunidade de fazer parte da iniciativa. A modalidade de levantamento de peso será realizada em três Academias Recife, que contarão com bancos apropriados para essa prática.

SANTOS DUMONT - Antes de lançar o projeto, o prefeito também participou da inauguração do Centro de Esportes de Praia do Centro Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem. O tradicional centro esportivo passa por um completo processo de requalificação e o Centro de Esportes de Praia, foi o primeiro módulo a ser entregue à população. Ao lado do secretário estadual de Turismo e Lazer, Felipe Carreras, o prefeito vistoriou as obras de requalificação do espaço. 

Para o prefeito Geraldo Julio, a atenção dada pelo Governo do Estado ao equipamento é essencial para valorizar os atletas pernambucanos. "No esporte, a gente produz campeões, mas, acima de tudo, bons exemplos. O esporte tem papel fundamental no mundo de hoje, em que as pessoas precisam de bons exemplos, boas atitudes e, sobretudo, bons heróis. E esses atletas são heróis, que estão indo para as Olimpíadas, para os jogos paralímpicos", grifou o gestor. 

O secretário Felipe Carreras destacou o investimento feito pelo Estado mesmo em uma das piores crises econômicas enfrentadas pelo Brasil. "Cada novo espaço que venha a ser contemplado aqui vai ter o olhar do atleta. Para a gente é dia de muita alegria, porque o Santos Dumont é patrimônio do povo de Pernambuco", afirmou. "Aqui é equipamento que forma cidadãos", acrescentou. 

O projeto completo tem custo aproximado de R$ 20 milhões, sendo R$ 16 milhões provenientes do Ministério do Esporte e R$ 4 milhões de contrapartida do Estado. As obras contemplam a construção de campo de futebol, dojô, prédio administrativo, parque aquático, entre outras intervenções. A conclusão de toda intervenção está prevista para o segundo semestre de 2018.