NOTÍCIAS

Saúde | 11.09.17 - 18h18

Recife inicia campanha de multivacinação com mais de 170 pontos em toda a cidade

img_alt

No próximo sábado (16), será o Dia D, com vacinação das 8h às 17h. Campanha segue até o dia 22. (Foto: Irandi Souza/PCR)

 

O primeiro dia da Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacina foi um sucesso no Recife. Crianças e adolescentes com menos de 15 anos que tiverem alguma pendência vacinal poderão ser levados a um dos mais de 170 postos da cidade para tomar as doses que faltam, até o dia 22 de setembro, no horário das 8h às 17h. No sábado (16), Dia D da mobilização, os postos da Secretaria de Saúde do Recife também abrirão das 8h às 17h. 

Marcela Andrade, mãe de Lara, aproveitou que foi levar a filha para uma coleta de sangue, na Upinha Moacyr André Gomes, em Casa Amarela, nesta manhã de segunda-feira, 11, e atualizou a caderneta vacinal com a dose de influenza. "Ela não tinha tomado ainda, mas precisa porque é alérgica e qualquer gripe pode se agravar. Com a dose fico mais tranquila", falou a dona de casa. Já Benício de cinco meses, filho de Ariadne Lacerda e Darley Marques, tomou as doses de Meningo C, Vip injetável e penta valente. "Fiquei meio nervoso, mas sei que é para o bem dele que agora está protegido", disse o pai. 

O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, abriu a campanha destacando a importância da imunização. " É comprovado cientificamente a eficácia das vacinas na prevenção de doenças. Só do calendário vacinal são 13 vacinas que protegem contra mais de 20 doenças importantes, que podem levar a morte", alertou Correia. "Quem perdeu o cartão pode ir até o posto onde a criança ou jovem tomou as vacinas e por meio de seu histórico pode resgatar seu esquema vacinal de atualizar a 2ª via da caderneta", acrescentou a coordenadora do Programa de Imunização do Recife, Elizabeth Azoubel.

São oferecidas 13 vacinas nos postos: hepatite A (rotina pediátrica), poliomielite inativa, meningocócica conjugada C, HPV, pneumocócica conjugada 10-Valente, dTpa adulto, febre amarela, hepatite B, varicela, dupla adulto, VOP, Pentavalente e DTP. A dose de febre amarela só é aplicada para quem for viajar para as áreas de risco, já que Recife não é endêmica para a doença. Para isso, terá que apresentar comprovante de viagem.