Secretaria Mobilidade e Controle Urbano - Semoc

NOTÍCIAS

Mobilidade | 18.04.17 - 11h57

Projeto Orla começa a mudar o visual da Praia de Boa Viagem

img_alt

Convênio firmado entre a PCR e a UNINASSAU vai fornecer novos equipamentos a 73 barraqueiros que ficam no trecho entre as ruas Antônio Falcão e Henrique Capitulino (Foto: Luciano Ferreira/PCR)

 

A Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano, começou a distribuir, nesta terça-feira (18), os equipamentos do Projeto Orla. Os kits serão utilizados pelos barraqueiros da praia de Boa Viagem, na Zona Sul da cidade. O projeto consiste na padronização e organização dos equipamentos dos comerciantes da faixa de areia do trecho que fica entre as ruas Antônio Falcão e Henrique Capitulino. O objetivo é melhorar o ordenamento da orla, dar mais conforto aos frequentadores e melhores condições de trabalho aos comerciantes. A ação foi possível graças a uma parceria inédita na cidade, firmada entre a PCR e a UNINASSAU. O investimento está estimado em R$ 2 milhões, custeados pelo centro universitário. O processo foi realizado por meio de chamamento público e os demais trechos poderão ser patrocinados por outras empresas interessadas.

Os equipamentos da área beneficiada, que tem cerca de 850 metros de extensão, estarão disponíveis para a população a partir de hoje (18), através dos 73 barraqueiros que trabalham no primeiro trecho a receber os kits. Até a quinta-feira (20), quando deve acabar a distribuição, serão dados cerca de 10 mil cadeiras e espreguiçadeiras, três mil ombrelones (tipo de guarda-sol maior), três mil mesas de apoio, 1,5 mil caixas térmicas, três mil lixeiras, 180 camisas com proteção UV, 350 batas, 350 viseiras e 73 carroças. A iniciativa completa visa beneficiar os 476 comerciantes cadastrados que atuam na faixa de areia, com cerca de 15.900 novos kits adquiridos pela iniciativa privada.

Para o secretário de Mobilidade e Controle Urbano do Recife, João Braga, este é um projeto muito importante para a cidade. "É a primeira parceria estruturada que fazemos na areia da orla e acredito que a iniciativa vai melhorar muito a qualidade do serviço prestado à população", afirmou. De acordo com ele, a expectativa é que, até o final de 2017, toda a extensão da orla esteja patrocinada por outras empresas privadas.

O barraqueiro mais antigo do setor beneficiado, Elias Luis de França, de 64 anos, trabalha na praia há 35. Ele recebeu o kit em nome dos 73 colegas e estava muito feliz. “Em todo esse tempo que eu estou aqui, nunca recebi um presente como esse. Tudo isso que estamos recebendo é muito caro e nós nem sempre conseguimos comprar com tanta qualidade. Agora, eu vou dar valor a essa atitude, cuidar bem dos equipamentos e prestar um serviço melhor à população”, disse, com um sorriso no rosto.

ORDENAMENTO - A Semoc tem realizado ações de melhoria na orla de Boa Viagem nos últimos quatro anos. A primeira ação realizada pela secretaria foi o cadastro dos barraqueiros, depois foi feita a demarcação das áreas de comercialização e dos espaços livres, onde os banhistas podem usufruir da praia sem, necessariamente, se instalar em alguma barraca. Cada um dos sete espaços livres determinados pela Semoc tem cerca de 10 metros de extensão. Após a ação de ordenamento, os barraqueiros também receberam capacitações.