Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos

NOTÍCIAS

Direitos Humanos | 30.11.17 - 15h28

PCR reúne 150 grupos de convivência de idosos em momento de integração

img_alt

O encontro realizado no Memorial da Medicina fez parte da programação da 5ª Jornada de Direitos Humanos, que vai até o próximo dia 10 (Foto: Irandi Souza/PCR)

 

Representantes dos cerca de 150 grupos de convivência de idosos acompanhados pela Prefeitura do Recife se reuniram, nessa quarta-feira (29), num encontro promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos da Prefeitura do Recife. O evento organizado pela Gerência da Pessoa Idosa do Recife aconteceu no Memorial da Medicina de Pernambuco, no Derby, e integrou a programação da 5ª Jornada de Direitos Humanos, que teve início no último dia 20 e prossegue até o próximo dia 10, com mais de 50 ações espalhadas pelos mais diversos espaços da cidade.

A programação no Memorial de Medicina teve como atração a apresentação do monólogo “Mulheres de Sol e Sangue”, comandado pela atriz e poeta Daniela Câmara e pelo músico Rodrigo Santos. Daniela utilizou textos poéticos de diversas autoras pernambucanas para contar um pouco da história da força e da fé da mulher nordestina, a exemplo de “Tejucupapo”, escrito pela estudante de Turismo Crislaine Venceslau, que acompanhou toda a encenação.

A pedidos, a atriz incorporou ao espetáculo de hoje o poema “Envelhecer”, de Luiza de Arruda, 79 anos, frequentadora do grupo de convivência Beija Flor, do Alto do Mandu, que também esteva presente no encontro. “Fiquei muito feliz quando recebi o convite para participar dessa ação da jornada. Acho os grupos de convivência de idosos muito importantes, pois ajudam essas pessoas a fazerem novos amigos, trocarem ideias, e, assim, resgatarem a cidadania”, avaliou Daniela.

Após aceitar a inclusão de seu poema nas próximas apresentações do espetáculo de Daniela Câmara, a pedido da própria atriz, Luiza Arruda ficou muito feliz e orgulhosa. “Participo de grupos de convivência há cerca de dez anos e acho que são espaços muito importantes para devolver ao idoso a alegria de viver”, refletiu.

Quem também ressaltou a importância de participar de um grupo de idosos foi o aposentado Ednaldo José Araújo, de 62 anos. “Moro na Madalena e faço parte do grupo Caminhando Feliz. Muitas vezes o idoso recebe, nesses grupos, o carinho e a atenção que gostaria de receber de seus familiares. No meu grupo, fiz amigos e todos me tratam bem”, garantiu.

Cacilda Medeiros, gerente da Pessoa Idosa da Prefeitura do Recife, foi quem comandou o evento, com apoio de sua equipe. “Esse encontro é o fechamento festivo das reuniões mensais que promovemos durante todo o ano com os representantes dos 140 grupos de convivência que apoiamos em toda a cidade. Nessas reuniões, trabalhamos o fortalecimento desses grupos, pois eles acabam atuando como agentes multiplicadores do que foi discutido e apresentado, quando chegam a suas respectivas comunidades”, explicou a gestora.

JORNADA – Iniciada no último dia 20, a 5ª Jornada de Direitos Humanos (JDH) do Recife conta com mais de 50 ações, em todas as regiões da cidade, até o dia 10 de dezembro, quando se celebra o Dia Internacional dos Direitos Humanos. Palestras, rodas de diálogo, oficinas, espetáculos, emissão de documentos e cine-debates fazem parte da programação organizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife, em parceria com diversas outras pastas da Prefeitura do Recife.

Os debates abordam as mais diversas temáticas relacionadas aos direitos humanos: os direitos da criança e do adolescente, das pessoas idosas, das mulheres, das pessoas com deficiência, da população LGBT; direito à educação, ao lazer e à saúde, igualdade racial, entre outros. A programação do evento, que este ano traz o tema “Passos à frente rumo à cidadania”, está disponível no nosso portal.