Secretaria de Infraestrutura

NOTÍCIAS

Infraestrutura | 01.07.22 - 15h03

Prefeitura do Recife avança na urbanização das margens do Rio Tejipió

img_alt

Nesta semana, foi lançado o edital de licitação para contratação da empresa que irá construir o Parque Alagável; obra já teve início com a alargamento da calha do rio

A Prefeitura do Recife divulgou, esta semana, o edital de licitação para a contratação da empresa responsável pela construção do Parque Alagável. Com cerca de 3,9 mil m2 de área, o equipamento será implantado nos bairros de Areias e Tejipió e faz parte do projeto de urbanização das margens do Rio Tejipió. As intervenções incluem, ainda, o alargamento da calha e a implantação de equipamentos públicos, como minicampo, playground, áreas para jogos, cooper e piquenique.

 

A publicação do aviso de licitação foi feita no Diário Oficial do Município (DOM), com valor máximo aceitável de cerca de R$ 1,3 milhão.  O conceito de Parque Alagável contempla a criação de um espaço extra para as águas. No caso do Rio Tejipió, a intervenção tem também o objetivo de atenuar o histórico problema de drenagem na região, com o alargamento da calha.

 

No lado do Ipsep, a intervenção contempla uma área de 2,6 mil m², com minicampo em areia, playground com brinquedos em concreto, áreas para jogos de mesa, piquenique e contemplação, passeio e área de circulação em intertravado, além de acessos para facilitar a limpeza do Rio Tejipió. Já em Areias, serão feitas pista de cooper em piso intertravado, com 368m; área de jogos; e a requalificação do passeio em intertravado, numa área total de 1.227 m². O projeto inclui acessibilidade.

 

Para a construção do Parque Alagável, já foi iniciada a demolição de 107 imóveis construídos nas margens do Rio Tejipió, sendo 52 no Ipsep, dos quais 47 já foram concluídos. Em seguida, serão desapropriadas e demolidas mais 55 residências situadas em Areias. Ao todo, serão investidos cerca de R$ 10 milhões na desapropriação e demolição das residências. O processo de desapropriação das casas começou no ano passado e a licitação para contratação da empresa responsável pelas demolições aconteceu durante o primeiro semestre.

 

OBRAS - No bairro do Ipsep, já está em execução uma grande obra de requalificação urbana e melhorias da mobilidade. As intervenções incluem a implantação de binário, corredor exclusivo de ônibus, ciclofaixa, requalificação dos passeios, arborização, melhorias nas redes de drenagem e abastecimento de água, bem como o embutimento da rede de telecomunicações. O valor investido será de R$ 36,3 milhões, melhorando também o acesso entre as avenidas Recife e Mascarenhas de Morais.

 

 

O Ipsep também recebeu recentemente obras de pavimentação e drenagem na Rua Jacundá, com aporte de recursos da ordem de R$ 1 milhão. No último ano, a Prefeitura do Recife investiu mais de R$ 3,5 milhões em ações de limpeza concentradas em trechos do Rio Tejipió para otimizar o funcionamento da rede de drenagem de bairros como Totó, Barro, Areias, Caçote, Ibura e Imbiribeira, A Autarquia de Manutenção Urbana e Limpeza do Recife (Emlurb) também promove a limpeza frequente dos canais que cruzam a região, como os canais do Rio Jiquiá, Jardim Uchôa, da Marinha e da Malária.