Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos

NOTÍCIAS

Assistência Social | 24.11.17 - 21h47

Recifenses em situação de vulnerabilidade social concluem curso de funilaria e pintura

img_alt

A turma foi formada por pessoas atendidas pelo Cras e pelas casas de acolhimento institucional da Prefeitura do Recife. (Foto: Cortesia)

 

Doze recifenses em situação de vulnerabilidade social atendidos pela Prefeitura do Recife concluíram, nesta sexta-feira (24), o curso de funilaria e pintura rápida na loja Carcoting Estética Automotiva, na Imbiribeira. A turma foi formada por pessoas atendidas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e nas casas de acolhimento institucional da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife (SDSJPDDH). Eles foram encaminhados para a capacitação pela equipe do Programa Acessuas Trabalho Recife, também da SDSJPDDH.

O curso de 40 horas-aula começou na última segunda-feira (20). A coordenadora do Acessuas Trabalho Recife, Catarina Márcia, considera que as aulas foram uma excelente oportunidade de formação profissional para jovens e adultos em situação de vulnerabilidade e risco social. “Foram mobilizadas 31 pessoas que são atendidas pelos Cras e pelas casas de acolhimento da Prefeitura e nós selecionamos as 12 de acordo com o perfil solicitado pelos instrutores”, explicou Catarina. Segundo a coordenadora, o próximo passo será encaminhar o grupo para novos cursos de preparação para o mercado de trabalho.

O curso foi oferecido pelo consultor e instrutor de pintura automotiva, Tomás Morales, em parceria com o também instrutor e empresário Paulo Lima. Este último contou que um dos objetivos da iniciativa foi dar oportunidade a um público que precisa de apoio para se inserir no mercado de trabalho. “Além de colaborarmos com a inclusão social dessas pessoas, o curso também foi importante para nós porque funilaria e pintura rápida é uma área com carência de mão de obra”, contou Paulo, lembrando que o curso também foi apoiado pelas empresas Sprex Brasil, Reparar e Brilhar, PPG Tintas, Norton Abrasivos, USI Itália Cabines de pinturas e a Carcoating Cetro de estética Automotivo, onde as aulas foram ministradas.

Atendida pela Casa de Acolhimento Institucional O Recomeço, localizada em Campo Grande, Karla Joyse Siqueira, de 25 anos, gostou muito de participar do curso. “Adoro carros e motos. O curso é ótimo e espero conseguir um emprego nessa área, com a qual me identifico bastante”. Já Marcos Antônio Viana, que tem 37 anos e vive atualmente no Centro de Reintegração Social (CRS) da Prefeitura do Recife, no Cordeiro, contou que já trabalhou como carpinteiro e armador na área de construção civil e que viu no curso uma oportunidade de voltar ao mercado de trabalho. “As aulas foram maravilhosas. Espero conseguir trabalho em uma empresa de funilaria e pintura quanto antes”, disse Marcos.