Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos

NOTÍCIAS

Direitos Humanos | 01.10.18 - 19h17

Feira de serviços marca comemoração do Dia da Pessoa Idosa

img_alt

O mutirão organizado pela Prefeitura do Recife e pela Universidade Católica inclui serviços de beleza, saúde, atividades aeróbicas, exposições, oficinas e atividades culturais. (Foto: Carlos Augusto/PCR)

 

 

Cerca de 500 pessoas comemoraram o Dia Internacional da Pessoa Idosa, nesta segunda-feira (1°), com acesso a diversos serviços de beleza, saúde, jogos, atividades aeróbicas, exposições, artesanatos, oficinas e atividades culturais na Feira de Cidadania e Serviços da Pessoa Idosa promovida pela Prefeitura do Recife e pela Universidade Católica de Pernambuco, na própria universidade, com apoio do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (Comdir) e diversos parceiros públicos e privados. Diversos grupos de convivência de idosos participaram das atividades.

A programação alusiva à data teve início na última sexta-feira (28) e foi organizada pela Gerência da Pessoa Idosa da Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife (SDSJPDDH), junto com a coordenação do curso de especialização em Gerontologia da Católica. De acordo com a secretária-executiva de Direitos Humanos do Recife, Elisabete Godinho, o objetivo foi proporcionar lazer, bem estar, entretenimento e cuidados para as pessoas idosas do Recife, na perspectiva do fortalecimento da autoestima e empoderamento dessas pessoas como sujeitos de direitos.

Em parceria com a Católica, conseguimos nos aproximar da academia para discutir os temas relacionados ao envelhecimento e assim aprimorar as políticas públicas voltadas à inclusão desse segmento populacional. O dia 1º de outubro é uma data de sensibilização da sociedade para a temática do envelhecimento. A sociedade precisa se preparar para respeitar cada vez esse público, assim como as políticas públicas precisam incluir cada vez mais as pessoas idosas”, avalia a gestora.

A coordenadora do curso de Gerontologia da Católica e vice-presidente da seccional Pernambuco da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Cirlene Francisca Sales da Silva, também avaliou positivamente o mutirão de serviços disponibilizados para as pessoas idosas. “Hoje conseguimos reunir de tudo um pouco do que o segmento precisa. Alcançamos o nosso objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida do idoso”, disse a professora e psicóloga.

Moradora da Boa Vista, a aposentada Sônia Fortunato, 66 anos, compareceu à Católica junto com o irmão e a mãe de 88 anos. Eles aferiram a pressão e fizeram o teste de audiometria, receberam orientação jurídica e solicitaram o cartão de estacionamento do idoso. “Moro com minha mãe e cuido dela, mas muitas vezes tenho dificuldade de lidar com o alzheimer dela, principalmente quando minha mãe fica agressiva. Aqui pude buscar ajuda de psicólogos e outras orientações”, contou a dona de casa.

A coordenadora do grupo Sereias Teimosas, Maria das Dores dos Santos, 70 anos, participou da feira junto com diversas colegas do grupo de convivência que se reúne em Brasília Teimosa. “Hoje vim tirar o cartão de estacionamento do idoso, aferir a pressão e tudo mais. Achei ótima a programação da Prefeitura e da Católica. Sexta assisti a todas as palestras e adorei, principalmente as dos médicos. Também gostei muito do filme exibido na sexta de tarde e dos serviços que estão aqui na feira hoje. Facilita muito pra gente”, elogiou a aposentada que diz não ter tempo para sentir solidão e depressão porque faz exercício, dança, caminha e passeia com o grupo de convivência.

Um dos serviços mais procurados desta segunda foi a emissão de credencial de estacionamento especial para idosos oferecida pela Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). Durante a feira também foi possível se inscrever na lista de espera dos cursos de tecnologia voltados exclusivamente aos idosos através do Projeto Navegar é Preciso,promovido pela SDSJPDDH e pela Secretaria de Educação do Recife.

Profissionais da Secretaria Municipal de Saúde aferiram a pressão arterial dos participantes, fizeram testes de glicemia e de Índice de Massa Corporal (IMC), testagem rápida de HIV, sífilis e hepatite B e C, assim como distribuíram kits de saúde bucal e deram orientações. O mamógrafo móvel também esteve na Católica para realização de exames nas mulheres.

Profissionais e estudantes da Católica, além de instituições parceiras, disponibilizaram exame de audiometria, fisioterapia, orientações nutricionais, Tai chi chuan, entre outros. A Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz-PE) e a Associação de Parkinson de Pernambuco (ASP-PE) estiveram presentes para dar orientações sobre as doenças.

Além de cuidar da saúde, os participantes puderam ainda cuidar da beleza com os maquiadores e manicures que estiveram presentes. Teve também oficinas de dança, turbante, musicoterapia, artesanato etc. A Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do Recife levou ainda jogos de tabuleiro, atividades esportivas e oficina de zumba e capoeira.

Os participantes tiveram acesso à orientação jurídica através da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE) e psicológica através do Conselho Regional de Psicologia. As equipes dos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) do Recife fizeram encaminhamentos para a rede assistencial do município, o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) prestou esclarecimentos sobre os benefícios da previdência e o Ministério Público de Pernambuco deu orientações sobre os direitos da pessoa idosa.