Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos

NOTÍCIAS

Direitos Humanos | 13.06.19 - 10h45

PCR sensibiliza população no Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa

Tema será abordado nos TIs da Várzea e centro do Recife 


Para marcar o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra Pessoa Idosa, próximo sábado, 15 de junho, a Prefeitura do Recife promove antecipadamente ações de sensibilização nesta quinta-feira (13), para alertar que a Violência contra a Pessoa Idosa deve ser entendida como uma grave violação aos direitos humanos. A data foi instituída pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e, no Recife, as ações serão promovidas pelas Secretarias de Desenvolvimento Social, Juventude, Política Sobre Drogas e Direitos Humanos, por meio da Gerência da Pessoa Idosa, e de Saúde do município, em parceria com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa.

As ações envolverão a população com a realização de esquetes teatrais, que tratam da violência sofrida pelas pessoas idosas nos transportes públicos de passageiros. A ideia é sensibilizar sobre o respeito e o cuidado com as pessoas idosas nesses espaços. A esquete será apresentada pelo Grupo Teatral Fábrica, nos Terminais Integrados (TIs) de Passageiros CDU Várzea, das 7h30 às 9h30, e da Estação Central do Metrô Recife, das 12h às 13h30, e das 16h às 17h. Na oportunidade, também serão distribuídos aos passageiros bottons da Campanha “Vivas para Velhice”. Também, nesta quinta-feira (13), será realizado o Seminário “Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa”, realizado pela Universidade Católica (Unicap), a partir das 8h30, no auditório G1, Bloco G, 1º andar.

Na segunda-feira (17), numa parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, será realizada ação na Praça do Derby, das 8h às 12h. Nessa atividade a população receberá orientações na Unidade Móvel da SDS (delegacia móvel para acolhimento das denúncias); orientações sobre o envelhecimento e da rede de proteção e garantia dos direitos da pessoa idosa, com a distribuição de material informativo sobre o tema. Profissionais darão orientações sobre saúde bucal, além de ofertar serviços de aferição de pressão, glicemia, vacinação contra a gripe para populações prioritárias e distribuir preservativos, além de atendimento da equipe da vigilância ambiental. São parceiros na iniciativa as Secretarias de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude do Estado (SDSCJ), de Defesa Social, Justiça e Direitos Humanos, além do Ministério Público, Defensoria Pública e o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa.

População de idoso - 
No Brasil, a população passa por uma profunda mudança em suas características demográficas, principalmente no que tange o crescimento expressivo das pessoas com mais de 60 anos de idade, em especial o subgrupo de pessoas com mais de 80 anos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem quase 20 milhões de pessoas idosas no país, representando 11% da população. 

Em Recife, a situação não é muito diferente dos demais municípios do Brasil e hoje a cidade é a terceira capital com maior taxa de população idosa, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro e Porto Alegre. Segundo o IBGE, em 2010, o percentual de pessoas idosas no Recife era de 11%. 

Frequentemente, a pessoa idosa se cala sobre os abusos sofridos e se isola para que outros não tomem conhecimento desse tipo de violência, prejudicando assim sua saúde mental e sua qualidade de vida. A violência contra a pessoa idosa não está relacionada apenas a agressão física. A negligência, por exemplo, tem crescido segundo o Disk 100 da Secretaria Nacional de Direitos Humanos.

 

Rede de Saúde - A Política Municipal de Saúde da Pessoa Idosa tem o objetivo de recuperar, manter e promover a autonomia e a independência dos idosos, direcionando medidas coletivas e individuais de saúde para esse fim, em acordo com os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde. É alvo dessa política todo cidadão recifense a partir dos 60 anos. A política possui três eixos: prevenção/promoção, assistência e educação permanente.

Prevenção – Programa Nacional de Imunização, garantindo imunização aos idosos recifenses, inclusive aos acamados; Fortalecimento das ações realizadas pelo Programa da Academia da Cidade (42 pólos), estimulando atividade física regular; atividades do Núcleo de Apoio às Práticas Integrativas, que desenvolve várias práticas, tais como: meditação, tai-chi-chuan, bioenergética, psicomotricidade, dança circular, biodança, fisioterapia, plantas medicinais, yoga e arte terapia atendendo, em sua maioria, idosos integrantes de vários grupos;

Assistência - O atendimento clínico, bem como o monitoramento das questões de Saúde, acontece na Atenção Básica, em que os idosos são acompanhados e monitorados por vários profissionais da Estratégia de Saúde da Família.  Nas unidades, há encontros nos grupos de discussão, dispensação de medicamentos (com consultas farmacêuticas) e orientações necessárias. Os casos mais graves são referenciados para consultas especializadas nas Policlínicas.; Nos serviços de odontologia os idosos são atendidos pelas Equipes de Saúde Bucal, e, quando necessitam de um tratamento especializado (estomatologia, endodontia, pacientes com necessidades especiais, periodontia e cirurgias bucomaxilofacial) ou prótese, são referenciados aos 8 Centros Especializados de Odontologia (CEO’s); O Serviço de Atendimento Domiciliar(SAD) dispõe de 540 Leitos e equipe multidisciplinar. Atende a pacientes acamados que, em sua maioria, são pessoas idosas mediante a avaliação de profissionais; Saúde da Mulher, com consultas com Médico/Enfermeiro, citologia – demanda espontânea; exames de mamografia e complementares (colposcopia, ultrassonografia etc);

Educação permanente – São trabalhadas questões referentes à Política de Saúde da Pessoa Idosa através de capacitações, encontros, reuniões e seminários; Facilitadores de Grupos de Saúde dos Idosos (ACS, médico, enfermeiro, NASF); e capacitação direcionada a outros profissionais da Atenção Básica.