NOTÍCIAS

Educação | 11.09.19 - 17h44

Alunos da rede municipal do Recife participam de Mostra Científica no Peru

img_alt

Os estudantes estão apresentando os projetos Libras para incluir e o aplicativo Flood como alerta de inundações na comunidade, na 12a Muestra Científica Latinoamericana (MCL). (Foto: Divulgação)

 

Alunos da rede pública de ensino do Recife estão na cidade de Trujillo, no Peru, participando da 12Muestra Científica Latinoamericana (MCL), apresentando dois projetos elaborados a partir das dificuldades do dia-a-dia. Um trata de diminuir as barreiras da comunicação por meio da linguagem de Libras e o outro é sobre a criação de um aplicativo de alerta para as áreas de alagamento.

Os alunos da Escola Municipal Karla Patrícia, da turma de Educação de Jovens e Adultos (EJA), ficaram incomodados com o isolamento de uma colega surda que não interagia com ninguém na sala de aula. A partir daí, os estudantes engajaram os professores e desenvolveram o projeto "Libras para incluir".

"Os alunos pensaram em um projeto para criar momentos onde a comunidade escolar entre em contato com a linguagem de Libras, fazendo uma reflexão sobre a necessidade de vivenciá-la em outros lugares públicos, estimulando um ambiente favorável à inclusão e reduzindo as barreiras de comunicação entre a estudante surda e os colegas de turma", afirmou Bruno Oliveira, gestor da Unidade de Jovens e Adultos.

Os estudantes do EJA realizaram um relato sobre o que é surdez, a história dos surdos e alguns marcos legais das pessoas com deficiência auditiva. O projeto teve encontros semanais com aproximadamente 20 minutos de duração e estimulou que a comunidade escolar fosse multiplicadora no estudo de Librasjunto dos familiares.

Aplicativo - Os alunos da Escola Municipal Luiz Vaz de Camões levou para a MCL o projeto "Flood: um aplicativo de alerta para as áreas de inundação do Recife". Os estudantes investigaram as causas das enchentes no bairro do Ipsep, comunidade onde moram.

De acordo com eles, o que chamou a atenção foi o fato de antigamente a região ser coberta de mangue, que foi aterrado para as construções, e principalmente a força da maré. Para ajudar na prevenção e no alerta, foi criado o aplicativo de celular – Flood, com o intuito de diminuir assim os prejuízos materiais, evitar contaminação dos moradores com água das enchentes, além de avisar os alunos, professores e funcionários da escola que não moram na comunidade.

A 12a Amostra Científica Latino-Americana acontece no Peru, entre 09 e 14 de setembro. O evento visa estimular a curiosidade, a criação e a pesquisa científica e tecnológica dos jovens.