NOTÍCIAS

Saúde | 24.09.19 - 17h21

Setembro Amarelo: como vai a cor da sua vida?

img_alt

O tema foi discutido durante evento no Hospital da Mulher do Recife. (Foto: Cortesia)

 

No Brasil, 32 pessoas se matam por dia. O suicídio está entre as dez principais causas de morte na maioria dos países. Quando se trata de suicídio, as estatísticas são sempre expressivas. Mas, a luz no fim do túnel é que estudos também apontam que 90% dos casos poderiam ser evitados. “As pessoas precisam falar sobre o assunto. Falar pode mudar o rumo de uma história”, destacou o psiquiatra Gustavo Arribas, do Hospital da Mulher, durante a palestra “Setembro Amarelo: como vai a cor da sua vida?”.

A apresentação foi feita nesta terça-feira (24), para funcionários do Hospital, e fez parte de uma ação alusiva ao Setembro Amarelo, campanha nacional de prevenção ao suicídio. “O trabalho dos nossos colaboradores é prestar assistência de saúde para os pacientes. Mas é preciso também cuidar de quem cuida. E um momento como esse é importante para refletirmos sobre a saúde mental”, afirmou a diretora geral do HMR, Isabela Coutinho.

Durante a palestra, Gustavo Arribas, advertiu sobre o aumento de casos de suicídio entre os jovens e os idosos e também para a atenção que se deve ter com os sinais de alerta e fatores de riscos, como tentativa prévia e doença mental. “Aumentar o esclarecimento da população sobre os transtornos mentais é uma das formas prevenir o suicídio”, esclareceu.

A palestra alusiva ao Setembro Amarelo aconteceu em dois momentos. Além desta terça-feira, foi apresentada também na última segunda-feira (23). A abertura do encontro foi feita pela diretora Isabela Coutinho e pela diretora técnica do HMR, Cinthia Komuro. O evento contou ainda com explanação da coordenadora de Psicologia da unidade, Eduarda Pontual e com a participação da gerente geral do HMR, Ana Karla Góes. Nos dois dias, o auditório permaneceu praticamente lotado.

Unidade da Prefeitura do Recife, o Hospital da Mulher está sob administração do HCP Gestão, organização social de saúde do Hospital de Câncer de Pernambuco.