NOTÍCIAS

Saúde | 02.10.19 - 12h06

PCR promove seminário sobre prevenção às violências autoprovocadas

 

Objetivo é capacitar os profissionais sobre o fenômeno da violência autoprovocada e do suicídio, além de expor experiências de prevenção à saúde na rede municipal

A Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife realizará, nestas quinta (3) e sexta-feira (4), seminário sobre Prevenção às Violências Autoprovocadas na Atenção Básica, com o objetivo de capacitar os profissionais da rede municipal de saúde sobre o fenômeno da violência autoprovocada e do suicídio, a cadeia de cuidados e proteção, além de expor experiências de prevenção à saúde na rede municipal. Os debates serão das 8h às 17h, no Centro Universitário Tiradentes (Unit), na Boa Vista.

A expectativa é de que participem cerca de 500 profissionais da Rede de Atenção Psicossocial (Raps), de outros setores da Média Complexidade e sobretudo da Atenção Básica, que é a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS). O evento é organizado pela Coordenação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e pela Gerência de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas.

 O Departamento de informática do SUS (DATASUS) registrou mais de 250 mil casos de violências autoprovocadas no País, de 2009 a 2017. No Recife, foram notificados mais de 4.300 casos do tipo neste mesmo período. A maior parte das vítimas tinha entre 20 e 29 anos, era do sexo feminino e tentou se suicidar em casa. A ingestão de medicamentos foi o principal meio utilizado para as tentativas de suicídio. De 2009 a 2017, a capital pernambucana registrou mais de 500 óbitos por suicídio, de acordo com o DATASUS, com predominância do sexo masculino.