NOTÍCIAS

Saúde | 10.10.19 - 12h00

PCR reafirma parceria com UFPE para oferta de práticas integrativas

img_alt

Termo de Cooperação garante continuidade das práticas integrativas no Serviço Integrado de Saúde, no Engenho do Meio, onde são feitos mais de seis mil atendimentos por mês (Foto: Ikamahã/Sesau PCR)

 

A Prefeitura do Recife e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) assinaram, nessa quarta-feira (9), um convênio que reafirma a parceria entre as duas instituições para continuar oferecendo atividades de práticas integrativas e complementares no Serviço Integrado de Saúde (SIS), localizado no Engenho do Meio. No local, são feitos mais de seis mil atendimentos por mês.

O Termo de Cooperação Técnica foi assinado pelo secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, e pelo reitor da Universidade Federal de Pernambuco, Anísio Brasileiro. O documento oficializa a continuidade da atuação da Sesau na Unidade de Cuidados Integrativos em Saúde (Ucis) no prédio do SIS. O termo também esclarece as responsabilidades de cada órgão e abre a possibilidade de recebimento de recursos de emendas parlamentares para investir em melhorias no serviço.

Dados do Ministério da Saúde apontam que houve crescimento de 46% na procura por Práticas Integrativas Complementares no SUS, entre os anos de 2017 e 2018. Vinte e dois profissionais da Secretaria de Saúde do Recife atendem no SIS de segunda a sexta-feira, onde são oferecidas 28 práticas, entre elas acupuntura, oficinas de fitoterapia, osteopatia, shantala, tai chi chuan, terapia floral e yoga. O atendimento pode ser por encaminhamento de um profissional de saúde ou por demanda espontânea, com acolhimento diariamente pela manhã.

De acordo com o termo de cooperação, uma das responsabilidades da Sesau continuará sendo garantir profissionais de saúde das Práticas Integrativas e Complementares, como também os materiais necessários para a realização dos atendimentos à população. “Essa assinatura é um momento para celebrar a vitória simbólica que é a formalização de uma parceria existente desde 2012. Esperamos que esta celebração fique marcada politicamente como um dia de resistência do SIS e do SUS em favor da saúde ampliada”, disse o secretário Jailson Correia.

Já a UFPE coordenará um Projeto Político-Pedagógico (PPP) como norteador das ações de ensino, pesquisa e extensão, envolvendo os diversos cursos relacionados ao espaço. O reitor Anísio Brasileiro falou sobre a importância do SIS para a universidade e para a população, além de ter destacado a interdisciplinaridade para o bom funcionamento do SIS. “O compromisso que a universidade tem com este equipamento social vai continuar a longo prazo porque faz parte da formação dos estudantes de 11 cursos da área de Saúde”, garantiu Anísio.

Além do SIS, a Prefeitura do Recife também oferece práticas integrativas na Unidade de Cuidados Integrativos em Saúde (Ucis) Professor Guilherme Abath, na Rua Marechal Deodoro, n° 235, Encruzilhada. Lá, o acolhimento é feito nas segundas, quartas, quintas e sextas-feiras, de 8h às 10h, e nas terças, de 14h às 16h.