Secretaria Mobilidade e Controle Urbano - Semoc

NOTÍCIAS

Controle Urbano | 08.11.19 - 16h31

Bairro de São José recebe nova ação de ordenamento da Prefeitura do Recife

Os vendedores que ocupavam a Rua do Porão e a Travessa do Macêdo ganharam boxes e bancas no Anexo do Mercado de São José e no Centro Comercial do Cais de Santa Rita

 

Em mais uma etapa do ordenamento do Bairro de São José, a Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano do Recife (Semoc) retirou barracas que ocupavam a Rua do Porão e a Travessa do Macêdo, ambas no entorno do Mercado de São José. Agora, os trabalhadores recebem os seus clientes no o Centro de Comércio do Cais de Santa Rita e no Anexo do Mercado de São José, em funcionamento desde setembro e que ficam próximo ao terminal de ônibus do bairro. As melhorias acontecem desde setembro e têm como objetivo dar mobilidade à população, melhores condições de trabalho aos ambulantes e mais vida ao bairro, que abriga importantes pontos turísticos. Ações voltadas para o ordenamento do comércio informal estão entre as prioridades da Prefeitura do Recife, que já inaugurou também Feiras Novas nos bairros de Afogados, Nova Descoberta e Água Fria e ordenou largos comerciais como o de Casa Amarela.

Com mais essa mudança, a Prefeitura do Recife dá um novo passo para a melhoria do ordenamento do Centro do Recife. O Mercado de São José, a Praça Dom Vital e a Basílica da Penha estão mais visíveis para o turista e para o recifense, o pedestre tem mais mobilidade e os comerciantes têm um lugar mais confortável e digno para comercializar seus produtos. As obras para recuperação do pavimento original da área, drenagem e implantação de travessias elevadas estão a cargo da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) e têm o prazo estimado até dezembro deste ano. O investimento será de R$ 743 mil e as intervenções vão beneficiar uma área total de 2.226,10 m². As laterais Leste (a partir da Rua Padre Muniz até a Rua do Porão) e Sul (a partir da Rua José do Ribamar até a Rua Padre Muniz) do Mercado de São José serão pedestrianizadas ao fim das obras, para garantir uma mobilidade segura e o uso do espaço público pelos pedestres.

Foram construídos três novos equipamentos para abrigar os comerciantes que ficavam nas ruas de todo o bairro: o Centro de Comércio do Cais de Santa Rita, o Anexo do Mercado de São José e o Novo Mercado das Flores. Eles já estão em funcionamento e têm a capacidade de beneficiar cerca de 550 trabalhadores da área.

A primeira etapa do Centro de Comércio do Cais de Santa Rita está em funcionamento desde 2017, com cerca de 40 boxes de alimentação. A última etapa foi entregue em e tem capacidade para 374 bancas e boxes de roupas, alimentação, feira de frutas e verduras, fiteiros, estivas e alimentos como grãos, charque e frios em geral. Além desse equipamento, também foi entregue no dia 1º de setembro o Anexo do Mercado de São José, com 87 boxes de ervas medicinais e artigos religiosos, que antes ficavam no entorno no Mercado de São José, nas conhecidas barracas verdes. O equipamento vai permitir a passagem de pedestres entre a Praça Dom Vital e o terminal de ônibus do bairro. Já o Novo Mercado das Flores, que antes funcionava próximo à sede do Consórcio Grande Recife, agora está com nova localização e funciona na continuidade do Centro de Comércio do Cais de Santa Rita. São cerca de 40 vendedores de flores beneficiados.

Para o secretário de Mobilidade e Controle Urbano do Recife, João Braga, o centro da cidade já mudou de cara. "Estamos muito felizes com o resultado que alcançamos com essas ações. A cidade ganhou muito, os trabalhadores têm lugares dignos para receber seus clientes e o turista pode visitar nossos pontos históricos com mais facilidade”, comentou.

FEIRAS NOVAS - Em 2016 e 2017, já foram entregues as Feiras Novas de Água Fria, Afogados e Nova Descoberta, beneficiando mais de 650 comerciantes.