Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer

NOTÍCIAS

Esportes | 14.11.19 - 17h00

Projeto Gol do Brasil capacita 40 profissionais de Educação Física no Recife

img_alt

Iniciativa usa o futebol como ferramenta de promoção da educação e da cidadania e atenderá 240 jovens e crianças em fevereiro. (Foto: Inaldo Lins/PCR)

 

Cerca de 40 profissionais de Educação Física participam, até esta quinta (14), no Recife, de uma capacitação com metodologia desenvolvida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e chancelada pela FIFA. A atividade marca o início do projeto Gol do Brasil, que usa o futebol como ferramenta de promoção da educação e da cidadania, e é fruto de parceria da CBF com a Prefeitura do Recife e a Federação Pernambucana de Futebol (FPF). As aulas teóricas foram ministradas na FPF e a parte prática aconteceu na quadra de hóquei do Sport.

O Recife é a primeira capital do Nordeste a receber o Gol do Brasil, que foi lançado na cidade na terça-feira (12). Após a capacitação, quatro dos profissionais serão selecionados para ministrar as aulas às 240 crianças e adolescentes participantes do projeto, que tem o objetivo de construir um futuro melhor para os alunos, além de incentivar e democratizar o acesso à formação esportiva no futebol. As aulas estão previstas para fevereiro, no campo do União da Macaxeira. 

“Inicialmente disponibilizamos para os profissionais um material online para capacitação à distância e fizemos agora a parte presencial. O foco é o ensino das habilidades de vida preconizadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e como colocá-las em prática”, explica o coordenador técnico da CBF Social, Bruno Rosell. Na tarde desta quinta-feira (14), o trabalho continua com uma palestra sobre a inclusão da pessoa com deficiência e um bate-papo sobre como atuar em áreas marcadas pela vulnerabilidade social.

A próxima etapa acontece no início do próximo ano e consiste de uma aula inaugural num festival para 100 crianças. “Nesse evento os professores colocarão em prática o que aprenderam e receberão os certificados de conclusão”, completa Bruno. 

Para a professora Madalena Ribeiro, que trabalha com esportes na Escola Municipal Costa Porto, no Coque, a metodologia aplicada tem tudo a ver com a realidade do cotidiano. “O que estou aprendendo aqui fortalece muito a minha prática de ensino e vai me ajudar a agregar conhecimentos para aplicar no dia a dia da escola. É um método muito bom”, destaca.