Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer

NOTÍCIAS

Esportes | 01.12.19 - 21h58

Geração Garra e Os Mijadores são os primeiros campeões do Futsal no Recife Bom de Bola

img_alt

Inclusão da modalidade foi uma das grandes novidades da competição realizada pela PCR este ano. (Foto: Inaldo Menezes/PCR)

 

O maior campeonato de futebol de várzea do mundo conheceu os primeiros campeões da modalidade Futsal, que começou a ser disputada este ano. Disputada nas categorias Feminino e Masculino, a competição realizou suas finais no sábado (30), na quadra do Sport Club do Recife, na Ilha do Retiro, vencidas respectivamente pelas equipes da Geração Garra e de Os Mijadores. A outra grande novidade do Recife Bom de Bola em 2019 foi o pagamento de premiação em dinheiro para o futebol de campo.

A Geração Garra conquistou o título do feminino ao derrotar o Garra, de virada, por 2 x 1. A camisa 10 Thays abriu o marcador no primeiro tempo, mas Camila e Valquíria marcaram na etapa complementar para reverter a vantagem adversária e garantir o título. Além de ser campeã, a jogadora Ana Rebeca, da Geração Garra, recebeu o troféu de melhor goleira. “Jogo desde que tinha 14 anos”, afirma ela, hoje com 22. “Comecei como zagueira de futebol Society e já joguei também no Sport, Náutico, América, Santa Cruz e Íbis. Fui campeã universitária pela Nassau e agora ganhei o Bom de Bola”, conta.

No masculino, o título veio com uma boa dose de drama e emoção. A equipe do Ladeira F.C. abriu vantagem de 3 x 0 e parecia ter assegurado o título, mas Os Mijadores partiram para o ataque e conseguiram o empate no segundo tempo, com gols de Neyson, Antônio Fernando e João Vitor, levando a decisão para os pênaltis. Contando com o apoio de uma animada torcida, a equipe venceu por 3x2 e comemorou o título. “Nunca desistimos e a união prevaleceu dentro da quadra. A batalha foi grande, mas conseguimos chegar lá”, afirmou o atleta Antônio Fernando.

A disputa do Futsal no Recife Bom de Bola atendeu uma antiga reivindicação da comunidade esportiva, numa parceria entre a PCR e a Federação Pernambucana de Futsal (FPFS). O torneio foi disputado na categoria adulta (masculino e feminino), com a participação de equipes de todas as Regiões Político-Administrativas (RPAs) e cerca de 1,6 mil atletas. As equipes campeãs de cada RPA ganharam troféus e medalhas, bem como os três primeiros colocados da fase final.