Secretaria de Segurança Urbana

NOTÍCIAS

Segurança Urbana | 06.12.19 - 12h35

Contação de histórias e música animam o último Piquenique Literário do ano no Compaz Ariano Suassuna

img_alt

Evento de encerramento das atividades da Rede de Bibliotecas pela Paz, da Prefeitura do Recife, contou com presença do público dos quatro espaços públicos municipais (Foto: Andréa Rêgo Barros)

 

Toalhas de xadrez espalhadas pelo gramado, arte-educadores devidamente paramentados e crianças -quase- sem piscar. Eis o cenário do último Piquenique Literário promovido pela Rede de bibliotecas pela Paz, que encerrou suas atividades com o evento no Compaz Ariano Suassuna. A tarde de contação de histórias, música e lanche começou com a equipe das bibliotecas municipais encenando duas narrativas. Em seguida, música com o grupo O Sambinha, que contou com participações especiais de várias crianças dançando no palco. Os pequenos também ganharam lanche, entregue na típica cestinha de palha. Público dos quatro espaços públicos municipais prestigiou o evento.

Para a usuária da Biblioteca Carlos Percol, Stefanny de Araújo, de 10 anos, o momento mais divertido foi “a contação de história que teve dança”, disse a moradora do Prado. Matheus Henrique, 11 anos, é frequentador da Biblioteca Popular de Afogados e disse que valeu a pena ter vindo ao Compaz Ariano Suassuna.  “Achei a apresentação incrível. O pessoal da biblioteca ensina muito. Eles incentivam a gente a ler, a praticar exercício, um monte coisas”, ressaltou o participante. Já David Miguel, de 9 anos, que estava junto com Matheus Henrique, gostou mais do teatro. “Na hora que eles contando a história, me imaginei dentro do barco”, revelou o garoto entre uma mordida e outra do biscoito do lanche.

Paulinho, 11 anos, é uma das figurinhas mais populares do Compaz Eduardo Campos  e também prestigiou o Piquenique Literário no bairro do Cordeiro. “Achei legal conhecer esse outro Compaz e ver tia Flavioleta e tio Roxinho no palco”, disse o serelepe morador do Alto Santa Terezinha, referindo-se aos arte-educadores da Biblioteca Afrânio Godoy.

Isabela, 5 anos, Matheus Alexandre, 6 anos, e Samuel, 6 anos, estavam com a turminha da Escola Municipal Draomiro Chaves Aguiar, de Casa Amarela, que é parceira de atividades da biblioteca popular deste mesmo bairro. O trio gostou mesmo da parte da música de O Sambinha e se divertiu até o final, perto das 17h. “Foi lindo”, resumiu Matheus Alexandre.

A Gerente-gerente da Rede de Bibliotecas pela Paz, Deborah Echeverria, ficou feliz em ver a reação das crianças durante todo o Piquenique Literário. “Foi um sucesso o evento. O grupo O Sambinha trouxe o ritmo que faz parte da nossa cultura e como as crianças se envolveram na apresentação. Dançaram e cantaram até o fim”, comemorou. “Em breve a Rede vai ser ampliada. Teremos uma nova biblioteca municipal no Recife. Vamos seguir trabalhando todas as linguagens permeadas pela literatura”, deu spoiler a gestora.

REDE - A Rede de Bibliotecas pela Paz é um conjunto de bibliotecas públicas municipais que integra a Secretaria de Segurança Urbana do Recife desde 2013. É composta por quatro unidades: as Bibliotecas Populares de Afogados (Jornalista Ronildo Maia Leite), a de Casa Amarela (Jornalista Alcides Lopes), mais as Bibliotecas Afrânio Godoy (do Compaz Governador Eduardo Campos – no Alto Santa Terezinha) e Jornalista Carlos Percol (do Compaz Escritor Ariano Suassuna – no Cordeiro).