Gabinete de Imprensa

NOTÍCIAS

Segurança Urbana | 28.08.20 - 11h52

PCR leva sanitização para os três Compaz e ultrapassa marca de 80 mil visitas realizadas

img_alt

A partir da próxima semana, os Centros Comunitários da Paz (Compaz) retomam as atividades e entram no roteiro das equipes de saúde para desinfecção (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

 

O Recife atingiu a marca, nesta semana, de mais de 80 mil visitas para sanitização de espaços públicos, garantindo mais segurança às pessoas que frequentam locais de circulação de pessoas. A técnica reconhecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como eficaz no enfrentamento ao novo coronavírus, é utilizada pela Prefeitura do Recife desde março, ainda durante o Plano Municipal de Contingência da Covid-19. Desde junho, a ação de desinfecção desempenha papel importante no Plano de Convivência com a doença, com a sanitização de espaços que voltaram a ter maior circulação de pessoas, com a retomada das atividades socioeconômicas. Com o anúncio de retomada das atividades nos Centros Comunitários da Paz (Compaz), na próxima semana, os equipamentos entram no roteiro da Secretaria de Saúde (Sesau) para desinfecção, já a partir desta segunda-feira (31).

“Nós vamos ampliar o serviço de desinfecção de áreas públicas na cidade levando a sanitização agora para as três unidades do Compaz. A partir de segunda-feira (31) as equipes da saúde ambiental vão fazer a sanitização diária dos três Compaz que vão abrir as portas na terça-feira (1º) para os serviços de atendimento individual e também as bibliotecas com 30% da capacidade”, destacou o prefeito Geraldo Julio. “O Recife foi a primeira capital do Norte e Nordeste brasileiro a fazer desinfecção de áreas públicas e nós vamos continuar fazendo isso porque faz parte da prevenção. Já fizemos 80 mil visitas de sanitização. A desinfecção é prevenção mas o uso da máscara e sempre a limpeza das mãos com álcool também é importante para a prevenção, para continuar controlando os números da pandemia em nossa cidade”, lembrou ele. 

A sanitização dos Compaz Ariano Suassuna (Cordeiro), Miguel Arraes de Alencar (Caxangá) e Eduardo Campos (Alto Santa Terezinha) será realizada diariamente pelos agentes de saúde ambiental e controle de endemias (asaces) da Sesau. O funcionamento das unidades também seguirá os protocolos de cuidados e orientações da Secretaria de Saúde do Recife. Por isso, só serão permitidos atendimentos e circulação pelos equipamentos de quem estiver usando máscara. Além dos banheiros disponíveis para lavar as mãos, os Compaz também vão disponibilizar álcool em gel para os usuários. 

O Recife foi a primeira capital do Nordeste a utilizar a sanitização em lugares públicos. Todos os dias, cerca de 130 profissionais visitam cerca de 600 espaços públicos da cidade, entre eles unidades de saúde, equipamentos sociais, vias de grande circulação, terminais e paradas de ônibus, praças e parques, instituições de longa permanência de idosos, entre outros. Até agora, já foram aplicados mais de 570 mil litros da solução desinfetante com ação viricida de alto nível, cujo efeito tem início em até cinco minutos e o efeito residual atua por 24 horas.