Secetaria de Saúde

NOTÍCIAS

Covid-19 | 01.04.21 - 12h46

Recife chega a 400 leitos para pacientes com covid-19 na rede municipal

img_alt

Prefeito João Campos anunciou a abertura de 10 novos leitos de UTI no Hospital da Mulher do Recife, e dois de observação, na Policlínica Barros Lima. (Foto: Rodolfo Loepert/PCR)

 

 

Os esforços para salvar vidas na luta contra a covid-19 no Recife não param. Nesta quinta-feira (1º), a capital pernambucana alcançou a marca de 400 leitos exclusivos dedicados ao tratamento de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), após o prefeito João Campos anunciar a abertura de 12 novas vagas na rede pública do município. Dos novos leitos, 10 são de UTI, localizados no Hospital da Mulher do Recife e outros dois de observação, na Policlínica Barros Lima.

“Estamos reunidos na sala de situação para enfrentamento da covid-19  e a gente anuncia aqui  ao lado do secretário Felipe, de Planejamento, e da secretária Luciana, de Saúde, a abertura de 10 novos leitos de UTI no Hospital da Mulher do Recife. Com essa nova abertura desta semana, o Recife chega a 400 leitos exclusivos para covid-19, divididos em leitos de enfermaria, de sala vermelha, observação e de UTI”, anunciou João Campos. “A nossa estrutura a cada dia ganha mais tamanho para poder trazer segurança, com compromisso de defender a vida do recifense. A vacina está avançando, os leitos estão sendo abertos e a gente conta com a compreensão, com a participação de cada um e cada uma, que deve seguir com as medidas de isolamento, de distanciamento, uso de máscara, para a gente poder vencer essa pandemia. A gente conta com vocês e saibam que vocês contam com nossa equipe aqui na Prefeitura do Recife”, completou. 

Com as 10 novas vagas, o Hospital da Mulher totaliza 40 leitos abertos em uma semana. Para abrigar os novos leitos, a unidade passou por readequações nos atendimentos e estrutura física, separando a área dos demais setores do hospital. Um dos locais que precisou mudar de lugar foi a enfermaria de gestação de alto risco e de cirurgia ginecológica, que funciona no segundo andar da unidade, e foi deslocada para o térreo, em uma parte do Ambulatório.

Alguns serviços de ambulatório continuam funcionando, mas com serviço reduzido, como Pré-Natal de Alto Risco, Planejamento Familiar, Psiquiatria, Ambulatório de Cirurgia (pré e pós operatório) e egressos. Os setores de Emergência (que atende gestantes e urgências ginecológicas), Maternidade e o Centro de Imagem também seguem recebendo pacientes normalmente.

Além dessas mudanças estruturais, o reforço para a rede municipal de saúde também foi fortalecida com a chegada de novos trabalhadores. O Hospital realizou a contratação de 225 profissionais, entre eles enfermeiros, médicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e maqueiros, para prestar atendimento aos pacientes com síndrome respiratória aguda grave (srag)

LEITOS – Desde janeiro, a Prefeitura do Recife vem reforçando a rede de assistência para covid-19. Atualmente, a capital conta com 398 leitos, incluindo os anunciados hoje. Desse total, 232 leitos são de UTI e estão distribuídos no Hospital Provisório Recife 1 (Aurora), Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, Hospital Evangélico e Hospital da Mulher do Recife; dez de sala vermelha nas policlínicas Amaury Coutinho, Agamenon Magalhães, Arnaldo Marques e Barros Lima, e no Hospital Helena Moura; e outros 158 leitos clínicos localizados nos Hospitais Provisório, Evangélico, Mulher, Helena Moura e policlínicas municipais.