Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer

NOTÍCIAS

Esportes | 01.07.16 - 19h40

Prefeitura promove formação para 250 agentes e coordenadores do PELC

img_alt

Oficinas acontecem até o próximo domingo (3), numa parceria da PCR com o Ministério do Esporte e a UFMG (Foto: Carlos Augusto/PCR)

 

Cerca de 250 agentes e coordenadores do Programa de Esporte e Lazer da Cidade (PELC) participam, até o domingo (3), de atividades de formação ministradas por sete profissionais da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em parceria com a Prefeitura do Recife e o Ministério do Esporte. A abertura aconteceu na manhã desta sexta (1º), na Universidade Salgado de Oliveira (Universo), bairro da Imbiribeira, com a participação do secretário de Esportes do Recife, Luís Henrique Lira, e do presidente do Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (Geraldão), Paulo Cabral, além de diretores da Universo 

A programação inclui mesas redondas, atividades em grupo e relatos das experiências desenvolvidas nos núcleos. "Programas como o PELC e o Segundo Tempo fazem o esporte chegar às comunidades. É fundamental que os agentes e coordenadores aproveitem ao máximo as chances de formação para que o trabalho seja cada vez melhor", afirmou o secretário Luís Henrique Lira. Ele anunciou que, nos próximos dias, será publicado no Diário Oficial do Município o edital para seleção de novos agentes do PELC.

As oficinas terão temas como "Esporte, lazer e políticas públicas", "Lazer e práticas corporais" e "Planejamento participativo e organização de eventos: orientações teórico-metodológicos". O coordenador da equipe de formadores da UFMG, André Capi, destacou a importância da iniciativa. "É uma grande satisfação poder dar continuidade à formação dos agentes sociais que atuam no PELC. Nosso principal intuito é contribuir para qualificar melhor a prática esportiva", disse.

CRESCIMENTO - No Recife, PELC oferece 18 mil vagas, abertas ao público em geral, num total de 28 modalidades esportivas. Com a contratação de mais de 300 profissionais, o PELC aumentou 500% no Recife e passou de 9 para 45 núcleos. Qualquer pessoa a partir de seis anos pode se inscrever, incluindo idosos e pessoas com deficiência. As modalidades esportivas variam do futsal ao basquete, da hidroginástica ao skate, da capoeira ao tênis, do caratê à natação. Há também atividades culturais, como dança, artesanato, música/percussão, teatro, balé e circo.