NOTÍCIAS

Educação | 02.02.18 - 16h33

Importância da leitura será foco principal do ano letivo municipal em 2018

Escolas municipais do Recife voltam às aulas nesta segunda-feira

 

Nesta segunda-feira (05), 90 mil alunos das 309 escolas, creches e creches-escolas municipais do Recife retomam as atividades. Este ano, a leitura ganha ainda mais protagonismo, pois o tema escolhido para o Ano Letivo 2018 foi “Ler para sonhar, escrever para criar” O mote, escolhido por meio de votação entre o quadro de servidores da rede municipal de ensino do município, vem reafirmar a importância da leitura para o desenvolvimento escolar, prática considerada prioritária da gestão.

Para integrar os alunos com o tema, a Secretaria de Educação preparou um dia especial para os alunos da Escola Municipal Poeta Solano Trindade (Água Fria). Ao lado do Secretário de Educação mais de 400 alunos vão ser recebidos pela cantora e contadora de histórias Carol Levy. Com muita música e contação de histórias, os estudantes, pais e professores vão viver e aprender sobre a importância da leitura no desenvolvimento dos pequenos, além de ter uma manhã divertida.

Nos últimos quatro anos, a Prefeitura do Recife investiu R$ 63 milhões na aquisição de livros paradidáticos para os alunos da rede. No total, os estudantes levaram para casa 1.872.041 exemplares. O secretário de Educação do Recife, Alexandre Rebêlo, pontuou a importância do tema deste ano. “Sabemos dos desafios e do processo da alfabetização na idade certa. E por isso estamos focando ações para que ela seja prioridade no processo de ensino das escolas. A partir do momento que essa criança sabe ler e escrever na idade certa, ela vai estar apta para se desenvolver em todas as outras áreas, mas não vamos resumir somente à leitura. Teremos o cuidado com a produção de texto, raciocínio lógico e idéias, áreas que não se limitam somente ao ensino de língua portuguesa. Este será nosso desafio”, destaca o secretário.

As unidades de ensino já receberam os mais de 90 mil kits de material escolar dos alunos que começaram a ser distribuídos em janeiro. São quatro tipos de kit que atendem da pré escola a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Entre os itens estão caderno de desenho, giz de cera, massa de modelar para os pequenos e caderno, lápis, canetas para os adultos.

“Desde o início da gestão, a educação tem sido prioridade, podemos comprovar pelos investimentos feitos ao longo da gestão, com mais de R$ 192 milhões investidos nesses quatro anos, desde reformas, construção de novas sedes e aquisição de materiais didáticos, além de programas específicos na área como o Proler” pontua Rebêlo. Lançado em fevereiro de 2014, o Programa de Letramento do Recife (Proler) tem como objetivo iniciar a leitura dos alunos das escolas do Recife aos 6 anos de idade – dois anos a menos do que o preconizado pelo Ministério da Educação (MEC). Nesse programa, as crianças começam a ter contato com a leitura já aos 4 anos, com base em métodos que estimulam a criatividade e a autoria dos estudantes para desenvolver habilidades de leitura e escrita.

Alm do ProLer, Palavra Cantada, Nas Ondas da Leitura, Lendo, contando e protagonizando, Mesas Educacionais, Ler bem e Ler Mais são alguns dos programas que vão ajudar no processo durante todo o ano letivo.