Secretaria de Segurança Urbana

NOTÍCIAS

Agenda do Prefeito | 04.12.17 - 15h57

Seminário conexão Recife-Medellín discute experiências de sucesso no combate à violência

img_alt

Ao lado da socióloga Neca Setúbal e do consultor colombiano Jorge Melguizo, o prefeito Geraldo Julio apresentou a experiência bem-sucedida dos dois Centros Comunitários da Paz (Compaz) na cidade (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

 

Na busca por iniciativas bem-sucedidas para combater a violência nos grandes centros urbanos, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, participou nesta segunda-feira (4) do Seminário Sobre Boas Práticas Aplicadas ao Território - Conexão Recife-Mendellín ao lado da socióloga e empresária Neca Setúbal e do consultor colombiano em gestão pública Jorge Melguizo, no auditório do Banco Central, na Rua da Aurora. No foco da conversa, estava a troca de experiências entre as cidades e ideias inovadoras para reduzir a violência e aumentar a qualidade de vida dos moradores. As ações desenvolvidas nos Centros Comunitários da Paz (Compaz) foram citadas pelo gestor como os exemplos do Recife para reduzir os índices de violência no município.

O prefeito Geraldo Julio ressaltou a importância de conhecer experiências de outros lugares para obter melhores resultados no Recife. "Acho que reduzir a violência ainda é um desafio de todos os centros urbanos do mundo inteiro. Então é importante conhecer as experiências de outros lugares para trazer para cá as ideias que tiveram bons resultados", afirmou.

Mediador do seminário, o secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti, ressaltou a experiência exitosa de Medellín no combate à violência urbana. A cidade conseguiu derrubar a taxa de homicídio nos últimos anos e saiu de 381 mortes por 100 mil habitantes para 21 em 2016. "Esse seminário tem o papel fundamental de reunir secretários de várias cidades do Estado para criar uma rede de proteção, de políticas sociais de combate à violência", explicou Murilo.

Direto da Colômbia, o consultor em gestão pública Jorge Melguizo chamou atenção para as semelhanças entre Recife e Medellín - ambas cidades vitimas da violência urbana e destaca a necessidade de projetos de convivência para driblar os índices de insegurança. "É preciso buscar a convivência e essa se constrói com a criação de projetos educativos e culturais e com articulação de toda a sociedade", grifou.

PROGRAMAÇÃO – Ainda na tarde desta segunda (4), dentro da programação do evento, o consultor colombiano fará um workshop no Compaz Ariano Suassuna, voltado para os funcionários dos dois Centros Comunitários da Paz. O objetivo é desenvolver ainda mais os equipamentos, que já têm como foco fortalecer a cidadania de moradores das áreas mais carentes, em especial jovens em situação de risco, além de prevenir a violência e o uso de drogas.