Secretaria da Mulher do Recife

NOTÍCIAS

Mulher | 06.09.17 - 18h41

Estudantes da Vila Sésamo criam poemas para debater igualdade de gênero em oficina Maria da Penha vai à Escola

img_alt

Durante os encontros, os alunos aprenderam sobre a Lei Maria da Penha e debateram mais equidade entre homens e mulheres. (Foto: Cortesia)

 

Diversos estudantes do 8° ano da Escola Municipal Vila Sésamo, no bairro do Ibura, criaram poemas para falar sobre a Lei Maria da Penha e direitos das mulheres, nesta quarta-feira (6). A ação fez parte da oficina de culminância do projeto Maria da Penha vai à Escola, promovido pela Secretaria da Mulher do Recife, que tem como objetivo promover igualdade de gênero entre meninos e meninas nas escolas municipais.

Durante dois dias, os alunos passaram por oficinas sobre divisão sexual do trabalho, combate à violência contra mulher e a Lei Maria da Penha com o intuito de desconstruir o machismo e fortalecer a equidade entre homens e mulheres. Após as oficinas, as turmas realizam um encontro de culminância para debater o que foi aprendido durante as atividades. Toda a comunidade escolar é envolvida no processo.

Para a aluna Ana Cristina, de 13 anos, a oportunidade foi boa para conhecer um pouco mais sobre a Lei Maria da Penha. "Eu só sabia que existia, mas não sabia muita coisa dela. Isso me deu mais conhecimentos. Também aprendi que mulheres podem ter os mesmos direitos, usar a roupa que quiser", comentou. Ana foi uma das alunas que elaboraram poemas para traduzir o que aprendeu durante os encontros com a Secretaria da Mulher.

A culminância também contou com a presença da secretária da Mulher do Recife, Cida Pedrosa, que conversou com os alunos sobre a desconstrução do machismo, apresentou os jogos digitais e Maia, uma menina negra que é a protagonista do concurso, que utiliza o seu arsenal superpoderoso - microfone, gravador, caneta e livros- para defender a igualdade de gênero e a divulgar a Lei Maria da Penha. Em sua fala, a gestora também ressaltou a presença da Secretaria na rede pública de ensino "Eu queria registrar que vocês podem contar com a Secretaria da Mulher do Recife para o que precisarem".

O projeto ainda envolve toda a comunidade escolar. A professora do 8° ano, Magda Mirante, acredita que o trabalho que foi desenvolvido na sala de aula é de extrema importância. " É muito importante para esclarecer o papel da mulher na sociedade, sobre as leis das quais só ouviram falar e não tinham muita clareza. Para muitos, isso ainda é algo muito novo", disse. A educadora ainda ressaltou que o trabalho despertou a curiosidade dos alunos que elaboraram textos e pesquisaram sobre o tema para debater em sala de aula.

O Maria da Penha vai à Escola é uma ação desenvolvida no Recife com alunos  3º ao 9° ano  do ensino fundamental da rede municipal de ensino. A partir desse mês o programa que irá abranger também os alunos do 6° ao 9° anos e do Ensino de Jovens e Adultos (EJA). A meta é que o programa atue, em 2017, em 50 novas escolas de ensino fundamental. Lançado em 2013 e, devido ao sucesso, implementado por decreto (n° 28.980), em março de 2014, o Maria da Penha já beneficiou mais de 7 mil alunos em 157 escolas da rede. Recentemente, o programa foi apresentado no congresso internacional Fazendo Gênero, em Florianópolis.