Secretaria-executiva do Direitos dos Animais - SEDA

NOTÍCIAS

Direitos dos Animais | 07.06.18 - 15h10

Hospital Veterinário do Recife completa um ano com mais de 26 mil procedimentos realizados

img_alt

Para marcar o primeiro aniversário, a Seda ampliou a capacidade de marcação de consultas e castrações com novas linhas telefônicas e vai lançar um cartão de identificação e uma carteira de vacinação (Foto: Luciano Ferreira/PCR)

 

Há um ano, os moradores do Recife que têm animais de estimação, sobretudo os de baixa renda, passaram a contar com atendimento veterinário gratuito para manter seus cachorros e gatos bem cuidados. No dia 08 de junho de 2017, a Prefeitura do Recife inaugurou o Hospital Veterinário do Recife (HVR), localizado no bairro do Cordeiro, onde, de lá para cá, foram realizados mais de 26 mil procedimentos, entre consultas ambulatoriais e emergenciais, vacinação, castração e diversas outras cirurgias.

O aniversário de um ano da primeira unidade de saúde veterinária pública do Norte-Nordeste foi comemorado na manhã desta sexta-feira (8), com distribuição de brindes para os cachorros e gatos que estiveram presentes na unidade de saúde. Para marcar a data, a Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais do Recife (Seda) ampliou a quantidade de linhas telefônicas para facilitar a marcação de consultas e castrações, além de ter lançado um cartão de identificação dos pacientes e uma carteira de vacinação.

“É com muita alegria que comemoramos este primeiro ano de existência do Hospital Veterinário com mais de 26 mil procedimentos realizados em benefício, sobretudo, dos animais da população mais carente e dos protetores de animais, que pela primeira vez passaram a dispor de um atendimento gratuito e de qualidade para manter seus bichinhos bem cuidados. Vamos continuar na luta pela implementação de políticas públicas para os animais do Recife, buscando, a cada dia, melhorar a qualidade de vida dos nossos amigos de quatro patas”, afirmou o veterinário Robson Melo, secretário-executivo dos Direitos dos Animais do Recife.

A partir desta sexta, quem levar seu cachorro ou gato ao hospital pode fazer o cartão de identificação do animal, com foto, nome, raça, sexo, nome do tutor e um número de cadastro, que facilitará a localização do prontuário do paciente no sistema acessado pelos veterinários. Essa ficha clínica contém, por exemplo, o histórico de doenças do animal, as informações dos atendimentos já feitos na unidade de saúde etc.

Os cachorros e gatos agora também podem fazer uma carteira de vacinação personalizada do hospital, que contém, além do espaço para colar o adesivo da vacina tomada e a data da próxima dose, as informações completas do animal, como nome, sexo, raça, espécie, pelagem, data de nascimento e foto; nome do proprietário, endereço e telefone; data das vermifugações etc.

A outra novidade é que o agendamento das consultas para o Hospital Veterinário, que já era feito pelos telefones 3355-9415 e 3355-8179, em horário comercial, agora também pode ser feito pelos números 3446.9126 e 3446.6201. Já as cirurgias de castração, que eram agendadas apenas pelos telefones 3355-8639 e 3355-9413, agora também poderão ser marcadas pelo telefone 3446-9808, das 8h às 12h e das 14h às 17h, nos três primeiros dias úteis de cada mês.

A protetora de animais Adriana Salgado aprovou a novidade. “O telefone dava muito ocupado porque sei que muita gente procura atendimento aqui, mas eu sempre insistia um pouco e conseguia marcar as consultas pra mesma semana. Agora, com as novas linhas, vai melhorar ainda mais. Depois que abriu o Hospital Veterinário, sempre socorro meus animais pra cá. Esse equipamento é muito importante pra gente que luta pelos animais de rua. Consigo resolver quase tudo aqui e sempre fomos muito bem atendidos”, contou Adriana, que tem, atualmente, mais de 30 gatos e cachorros em casa.

A garçonete Amanda Sayonara Souza, 23 anos, estava satisfeita com a economia que fez por ter levado seu cachorro para se operar no Hospital Veterinário. Ted, de 4 meses, quebrou as duas patas ao pular da cama da dona. “Cheguei a fazer o orçamento da cirurgia numa clínica particular porque não conhecia o hospital e me falaram que custaria R$ 3 mil. Uma amiga me falou do Hospital Veterinário, viemos de emergência pra cá e, no dia seguinte, Ted já foi operado. Uma semana depois, já estava andando. Achei o atendimento muito bom, e a equipe técnica muito competente e atenciosa. É maravilhoso saber que posso contar com um hospital público pra cachorro tão bom”, avaliou Amanda.

HOSPITAL - Para beneficiar, sobretudo, a população de baixa renda, o Hospital Veterinário do Recife dispõe de três consultórios, uma sala de cirurgia, sala de pós-operatório, sala de vacinação junto com odontologia, laboratório e sala de diagnóstico por imagem. A obra, prevista no plano de governo do prefeito Geraldo Julio, teve custo de R$ 1,5 milhão, em recursos próprios do município. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h – na hora do almoço é feito apenas o atendimento emergencial.

Para esses casos de emergência, não é necessário agendamento prévio, mas o animal passa por uma triagem feita por um médico veterinário, que avalia se o caso é realmente grave ou se o atendimento pode ser agendado. O adulto responsável pelo animal deve levar comprovante de residência, já que a unidade é para os cachorros e gatos do Recife.

Em março, o HVR contratou mais profissionais, passando a contar com um quadro de 14 veterinários, incluindo especialistas em clínica médica, clínica cirúrgica, oncologia, cirurgia ortopédica, diagnóstico por imagem e patologia clínica (exames laboratoriais). Com isso, a unidade de saúde passou a oferecer exames laboratoriais e de ultrassom, além de alguns atendimentos especializados, como os da área de ortopedia, oncologia e odontologia.

O Hospital Veterinário do Recife consolida a política pública de defesa dos animais que vem sendo implementada pela Prefeitura do Recife desde 2013, quando o prefeito Geraldo Julio criou a Secretaria Executiva dos Direitos dos Animais. Desde então, a Seda realizou mais de 18 mil castrações gratuitas de cachorros e gatos; mais de sete mil consultas clínicas em mais de 30 mutirões do projeto Veterinários nos Bairros e já promoveu a adoção de cerca de mil caninos e felinos nas feiras de adoção realizadas. Já foram feitas também mais de 500 palestras educativas sobre direitos dos animais nas escolas da rede pública e particular de ensino da capital pernambucana.