Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos

NOTÍCIAS

Direitos Humanos | 07.12.17 - 12h48

PCR promove palestra sobre "resiliência na velhice"

Entre os assuntos abordados, estavam a importância do debate sobre envelhecimento e as atividades que melhoram o dia a dia da pessoa idosa

 

O vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira, abriu na tarde desta quarta-feira (6), no auditório do Banco Central, na rua da Aurora, a palestra da professora da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Anita Neri, que falou sobre o tema “Resiliência na Velhice: atributo pessoal, recurso ou fruto da interação indivíduo-ambiente?”. O evento faz parte da 5ª Jornada de Direitos Humanos e contou com a parceria do Conselho Regional de Psicologia. A atividade foi promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos.

O público presente foi formado por idosos e idosas, além de profissionais das áreas de psicologia, gerontologia, estudantes e convidados. Além do vice-prefeito e da palestrante, a mesa de trabalhos foi composta pela professora Isolda Belo, do programa de pós-graduação em gerontologia da UFPE; André Cabral, coordenador do grupo de trabalho de envelhecimento do Conselho Regional de Psicologia e Cacilda Medeiros, gerente da Pessoa Idosa e representante da Secretaria Executiva de Direitos Humanos.

Na saudação de boas-vindas, o vice-prefeito Luciano Siqueira ressaltou a satisfação de estar presente ao evento. “Eu sempre fico feliz em participar desse tipo de atividade da Prefeitura, pois na gestão pública somos pressionados para dar conta de uma série demandas e é fundamental abrir um espaço para uma reflexão como essa, que nos dá força para realizar melhor as atribuições do dia a dia”, ressaltou. Sobre o tema do evento, ele falou sobre a importância de pessoas idosas, como ele, continuarem na ativa. “O professor Ricardo Ferreira, por exemplo, mesmo no fim da vida, comparecia três vezes por semana no campus da UFPE para atuar como orientador de doutorandos”, disse, frisando que no seu caso, enquanto tiver condições, também pretende continuar trabalhando.

Doutora em Psicologia pela USP e docente do programa de pós-graduação em Gerontologia da Unicamp, a professora Anita Neri disse que era um privilégio estar no Recife participando daquele evento. “Eu venho aqui como professora para dar minha contribuição para as discussões sobre o envelhecimento. Esse é um assunto muito importante, porque estamos assistindo ao crescimento da população idosa no Brasil; uma etapa da vida onde as pessoas se tornam mais frágeis e necessitam de maiores cuidados”, frisou, lembrando que o declínio físico imposto pela velhice é inevitável, mas é possível enfrentá-la com resiliência – capacidade em lidar com situações adversas, superar pressões e obstáculos, e reagir positivamente, sem entrar em conflito psicológico ou emocional.

A professora aposentada da rede municipal de ensino, Rosa Lúcia de Aquino Coelho, de 69 anos, gostou muito da palestra. “As explicações da professora Anita sobre resiliência na velhice foram bem didáticas e eu aprendi muito. Em minha opinião, a força da vida está na superação e a felicidade está dentro de cada um. Na velhice, é preciso ter fé em Deus e contar com o apoio dos amigos e da família”, refletiu.

A gerente da Pessoa Idosa Cacilda Medeiros comemorou o resultado. “Foi um evento muito especial, principalmente devido aos depoimentos das pessoas ao final da palestra, com muita gente agradecendo a Prefeitura pela oportunidade de discutir o assunto e de conhecer de perto a professora Anita Neri, que esteve no Recife pela primeira vez”, lembrou Cacilda.

DIREITOS HUMANOS – A 5ª Jornada de Direitos Humanos (JDH) está acontecendo em todas as regiões da cidade. Palestras, rodas de diálogo, oficinas, espetáculos, emissão de documentos e cines debate estão fazendo parte da programação, que será encerrada no próximo domingo (10), no dia Internacional dos Direitos Humanos.

O tema desta 5ª jornada é “Passos à frente rumo à cidadania”. Os debates abordam as mais diversas temáticas relacionadas aos direitos humanos: os direitos da criança e do adolescente, das pessoas idosas, das mulheres, das pessoas com deficiência, da população LGBT; direito à educação, ao lazer e à saúde, igualdade racial, entre outros. A programação completa do evento está disponível no site da Prefeitura do Recife.