NOTÍCIAS

Saúde | 08.04.20 - 15h02

Vigilância Sanitária do Recife fiscaliza pescados nesta Semana Santa

img_alt

Os fiscais estão levando em consideração as medidas preventivas que a população deve tomar para evitar a propagação da covid-19 (Foto: Ikamahã/Arquivo Sesau)

 

Nesta semana, a Vigilância Sanitária (Visa) do Recife intensifica as ações educativas e de fiscalização da venda de peixes e outros frutos do mar devido ao tradicional aumento da procura para a Semana Santa. Para garantir a comercialização de alimentos que não apresentem risco à saúde do consumidor, a Operação Pescado teve início no fim de março e continua até a próxima Sexta-feira Santa (10), em mercados públicos e supermercados da cidade. As inspeções sanitárias voltadas especificamente ao comércio de peixes e frutos do mar estão levando em consideração as medidas preventivas que a população deve tomar para evitar a propagação do novo coronavírus.

Ao longo de todo o ano, os comerciantes recebem orientações para comercializar produtos alimentícios com segurança, mas, nesta época, sempre há reforço porque aumenta o consumo dos pescados. Nas abordagens, os profissionais da Secretaria de Saúde do Recife falam dos cuidados com a manipulação e o armazenamento dos alimentos, com a higienização das bandejas para acondicionamento, com o gelo utilizado para resfriar o pescado, além de estarem dando orientações aos comerciantes e clientes para adoção de medidas que visem evitar a contaminação pelo novo coronavírus. 

Segundo a gerente de Vigilância Sanitária do Recife, Daniele Feitosa, nas inspeções, estão sendo entregues materiais educativos com medidas de prevenção para a covid-19 e outras infecções respiratórias. “Estamos reforçando a explicação sobre a forma correta de lavar as mãos, sobre a etiqueta respiratória e a importância de evitar aglomerações na hora da compra”, reforçou a gerente.

De acordo com as normas técnicas, as peixarias devem manter rigorosa higienização diária, assim como possuir locais apropriados e recipientes para recolher os detritos, que não podem ser jogados no chão ou permanecerem sobre as mesas. Os consumidores que observarem qualquer irregularidade no comércio de peixes e frutos do mar podem ligar para o telefone 3355-1878 para denunciar e solicitar fiscalização da Vigilância Sanitária do Recife.