NOTÍCIAS

Educação | 14.05.18 - 18h51

Prefeitura do Recife lança 2° edição do OndaTec

img_alt

Projeto que inclui aulões aos sábados, ensino a distância e monitoria aumentou em 202% a aprovação de estudantes da rede em vestibulares técnicos em 2017. (Foto: Daniel Tavares/PCR)

 


A Prefeitura do Recife por meio da Secretaria de Educação lançou nesta segunda-feira (14), a segunda edição do Projeto #OndaTec no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções. O projeto contempla estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e fomenta a ampliação da participação de alunos da rede em vestibulares técnicos. Atualmente, há 2.291 alunos matriculados no 9º ano na rede municipal do Recife e, destes, 1.688 já estão inscritos no programa, o que significa uma adesão de 73% do total do público-alvo.

O evento reuniu estudantes dos 9º anos das Escolas Municipais de Anos Finais, Educação de Jovens e Adultos, professores e representantes da Secretaria de Educação. O encontro reuniu também o Vice-Prefeito do Recife Luciano Siqueira, o Secretário de Educação Alexandre Rebêlo e a Secretária Executiva de Educação Profissional Maria Medeiros, representando o Secretário de Educação do Estado, Fred Amâncio. Na ocasião houve uma assinatura simbólica de convênio celebrado entre as Secretarias, já que os aulões acontecem em seis Escolas Técnicas Estaduais distribuídas pelas Escolas Técnicas Estaduais (ETEs) espalhadas pelas seis Regiões Político- Administrativas (RPAs) da capital pernambucana. 

O Vice-Prefeito Luciano Siqueira relembrou sua trajetória escolar e as dificuldades enfrentadas na época e falou sobre a importância do projeto. “Fico muito feliz em ver os professores tão dedicados a este projeto e também gostaria de enfatizar o quanto esta oportunidade é importante para vocês e para o futuro de cada um. Quando eu era aluno enfrentei muitas dificuldades para me formar em Medicina. Espero que aproveitem muito esta oportunidade” destacou o vice para um auditório lotado.  

Na primeira edição, o #Ondatec registrou um total de 312 aprovações em seleções para cursos, número que representa um aumento de 202% em relação ao ano anterior, quando a rede registrou 103 alunos bem sucedidos nos exames. Como principal novidade para 2018, o programa será ampliado para a participação de alunos de programas de correção de fluxo como o Travessia ou a modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Juntas, as categorias estreiam no #Ondatec com a participação de 475 estudantes. “É uma satisfação ver o engajamento destes estudantes em projetos como o #Ondatec, pois sabemos das dificuldades inerentes à sua vida acadêmica prévia”, pontuou o secretário de Educação, Alexandre Rebêlo.

O evento também contou com uma aula de relaxamento com a professora Silvia Silva e aulão com a professora de Português Fernando Pessoa. “Estamos muito animados com o dia de hoje. Conversando com alguns professores eles me mostraram que o #Ondatec pode abrir portas e proporcionar mais conhecimento, então acho que é muito importante e vai me ajudar bastante na escolha da minha profissão” confessou a estudante do 9° ano Ana Grazielly (15), estudante da Escola Municipal Olindina Monteiro (Dois Unidos). 

Para os estudantes do 9º ano do ensino regular dos Anos Finais, os aulões continuarão a acontecer nas dependências das seis ETEs distribuídas nas seis RPAs. São elas: Escola de Referência em Ensino Médio Ginásio Pernambucano (Santo Amaro) e as Escolas Técnicas Estaduais do Recife Professor Agamenom Magalhães (Espinheiro), Miguel Batista (Macaxeira), Lucilo Ávila Pessoa (Caxangá), Cícero Dias (Boa Viagem) e Advogado José Davi Gil Rodrigues (Jordão). Já os estudantes das modalidades EJA e Travessias terão aulas na Escola Municipal Pedro Augusto, que fica no coração da Boa Vista.