Companhia de Trânsito e Transporte Urbano

NOTÍCIAS

Mobilidade | 16.03.20 - 10h43

Recife alcança 119 km de malha cicloviária até o final de março

 
Ao todo, serão entregues 10 km distribuídos em cinco novas rotas espalhadas pela cidade. Com isso, o Recife terá expandido em 395% a sua malha cicloviária, que tinha 24 km em 2013
 

Para democratizar o espaço público e reafirmar o seu compromisso com a segurança viária das pessoas que andam de bicicleta, o Recife receberá, até o fim de março, mais equipamentos de rotas cicláveis. A Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) e da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), entregará mais 10 km em rotas cicloviárias, que atenderão os públicos da zonas Norte, Sul e Oeste. Serão implantadas a Rota Sebastião Salazar, Ciclofaixa Júlio César, Ciclofaixa Pinheiros, Ciclofaixa Historiador Jordão Emerenciano e a Rota Parque da Macaxeira. Com mais essas implantações, o Recife passa a contar com 119 km de malha cicloviária, o que representa uma expansão superior a 395% na malha cicloviária existente na cidade desde 2013, quando havia 24 km.

No bairro de Cajueiro, Zona Norte da cidade, será implantada a Rota Sebastião Salazar, com 1,9 km de extensão. Essa rota terá início na Rua Manoel Brandão e seguirá pelas ruas dos Craveiros, Sebastião Salazar, Doutor Alberto Wanderley, Arão Botler até o final da Avenida Cidade do Monteiro, com conexões futuras de ciclofaixa. O trecho conecta as Rotas Professor José dos Anjos, Santos Dumont, Marquês de Abrantes, Othon Paraíso, Avenida Norte, Santo Amaro, Boa Vista, Jornalista Graça Araújo e Bairro do Recife. O equipamento será bidirecional e com trechos de ciclorrota, que são o espaço compartilhado com os carros e ciclistas. Com essa rota, a região possuirá 34 quilômetros de malha cicloviária interligada.

Para atender os bairros de Apipucos e Burity, será implantada a Rota Parque da Macaxeira com 1,8 km de extensão. O equipamento passará pelas seguintes vias: Avenida José Américo de Almeida, Rua Coronel João Batista do Rego Barros e a Rua do Apipucos, sendo esta última ligando o Parque da Macaxeira ao Parque Apipucos.  

Na Zona Sul, a Ciclofaixa Júlio César vai beneficiar o bairro do Jordão e possuirá 1,5 km de extensão. O equipamento terá início na altura da Avenida Maria Irene até acesso à Avenida Centenário Albert Santos Dumont. Já no bairro da Imbiribeira, será implantada a Ciclofaixa Pinheiros, com 2 km de extensão, utilizando as vias da Avenida Pinheiros, que dará acesso à Lagoa do Araçá, e a Rua João Brandão Cavalcante, para acesso à Avenida Engenheiro Alves de Souza. O equipamento será bidirecional. Com essa nova rota, a região possuirá 33 quilômetros de malha cicloviária interligada.

No bairro da Iputinga, Zona Oeste da cidade, a Ciclofaixa Historiador Jordão Emerenciano, possuirá 1,8 km de extensão. A nova rota seguirá pela Avenida Luís de Lacerda, Avenida Historiador Jordão Emerenciano e Rua Ministro João Alberto até a Avenida Caxangá.

A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, comemora o feito e afirma que isso revela o compromisso da gestão com uma mobilidade sustentável. “Cada entrega que fazemos à população é uma conquista, porque essas implantações são resultado de esforço dos nossos técnicos e de diálogo com as comunidades. Além disso, é uma oportunidade de reafirmar o nosso compromisso com a segurança viária dos ciclistas e com a democratização do espaço público", diz.

Para regulamentar a implantação das novas rotas, a CTTU vai realizar a manutenção de toda sinalização vertical e horizontal das vias correspondentes. Além disso, a maior parte dos percursos passará a ter velocidade regulamentada de 40 km/h onde for ciclofaixa ou 30 km/h onde for ciclorrota e/ ou rua de pedestres compartilhada com bicicletas. É importante ressaltar que, com o objetivo de dar mais segurança viária a todos os modais, a CTTU também irá realizar o disciplinamento dos estacionamentos existentes nas vias nas quais as novas rotas serão implantadas.

Quando a sinalização for concluída e os equipamentos terminarem de ser implantados, serão destacadas equipes de agentes e orientadores de trânsito para realizar o trabalho de monitoramento e orientação nos locais. É importante ressaltar que aqueles que insistirem no descumprimento da sinalização podem ser notificados. As multas podem ser grave, em caso de estacionamento irregularmente na ciclofaixa (R$ 195,23 e 5 pontos na CNH); ou gravíssima multiplicada por 3x, se transitar na ciclofaixa (R$ 880,41 e 7 pontos na CNH).  

 

MAPA ROTA PARQUE DA MACAXEIRA

MAPA ROTA SEBASTIĀO SALAZAR

MAPA ROTA HISOTRIADOR JOĀO EMERENCIANO 

MAPA ROTA JÚLIO CÉSAR

MAPA ROTA PINHEIROS