NOTÍCIAS

Educação | 17.07.17 - 13h29

Estudantes da rede municipal do Recife prontos para mundial de robótica no Japão

img_alt

Prefeito Geraldo Julio recebeu a equipe que vai representar o Brasil na Robocup 2017 na cidade de Nagoya (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

 

Os alunos da rede municipal de ensino público do Recife, que vão representar o Brasil na Robocup 2017 – Campeonato Mundial de Robótica, foram recebidos pelo prefeito Geraldo Julio e o secretário de Educação, Alexandre Rebêlo, nesta segunda-feira (17). A competição ocorre em Nagoya, no Japão, entre os dias 27 e 31 de julho, e os oito estudantes recifenses vão disputar a modalidade Rescue Simulation, sendo os únicos representantes brasileiros nos níveis 1 e 2. Quatro professores também acompanharam a equipe na viagem. Eles receberam das mãos do prefeito kits completos para a viagem e estão prontos para o embarque que acontece na próxima quinta-feira (20).

“Os recifenses têm muito orgulho em ver estudantes do Recife representar o Brasil inteiro em uma competição internacional. São alunos que foram campeões brasileiros e pelo mérito vão representar o Brasil no Japão. Esses adolescentes são referências para os outros 90 mil alunos da nossa rede municipal de ensino e têm acesso a aulas de robótica, podendo ter um futuro promissor”, comemorou o prefeito Geraldo Julio.

Os alunos e professores receberam os kits de viagem personalizados com mochila padronizada, bandeira do Brasil e do Recife. Também receberam vestuário composto por moletom e casaco, pasta para passaporte e diário de viagem personalizado, contendo todas as informações individuais do integrante da equipe sobre seus dados pessoais e mapa do percurso da viagem. Além de uma bandeira do Clube de Robótica, cada kit também contém adesivos das logos do Brasil, Recife e do Clube de Robótica para afixar na bagagem individual, além de etiquetas para identificação das malas.

O estudante Isaías Francisco da Silva Filho, da Escola Municipal da Iputinga, falou da preparação da equipe para a competição. “Nós estamos em um ritmo muito puxado. Treinando pela manhã, tarde e até à noite. Final de semana também. E aproveitando que estamos de férias para intensificar essa preparação”, contou. Já Maria Eduarda Oliveira, da Escola Municipal Doutor Rodolfo Aureliano participou da competição mundial no ano passado, na Alemanha, e contou a diferença para 2017. “Não muda muita coisa no sentido do que é para ser feito, mas o nível é bem maior este ano. A prova é de seguidor de linha, onde ele precisa perseguir um trajeto com alguns obstáculos e chegar até um local para executar o resgate”, explicou.

O treinamento ocorre na Unidade de Tecnologia na Educação e Cidadania (Utec) Gregório Bezerra, na Várzea, onde eles têm se reunido quase que diariamente. A equipe vai embarcar na viagem internacional por terem obtido o primeiro lugar na Olimpíada Brasileira de Robótica de 2016. Para o desafio, o grupo tem enfrentado uma verdadeira maratona para encarar a modalidade Rescue Simulation, na qual o grupo constrói um pequeno veículo que vai circular em uma arena onde deverá seguir um percurso pré-estabelecido ao logo do qual terá que ultrapassar obstáculos e transpor rampas até o resgate.

“Iniciamos esse programa de robótica em 2014 em nossa rede de ensino, alcançando desde as crianças mais novas, com peças de encaixe e, à medida em que eles vão crescendo, vai ficando mais complexo o ensino. Mas eles aprendem aqui muito mais do que a robótica. Eles aprendem a trabalhar em equipe, a solucionar problemas, a planejar, ter a criatividade para solucionar tais desafios e isso tudo fica para a vida toda. Eles chegarão no ensino médio, em um curso técnico ou em uma universidade muito mais preparados”, ressaltou o secretário de Educação do Recife, Alexandre Rebêlo.

Implementado nas 309 escolas e creches municipais do Recife desde 2014, o Programa Robótica na Escola teve equipes campeãs brasileiras de robótica em 2015 e 2016. Esta será a segunda vez que os alunos da rede municipal do Recife participam da Robocup. Ano passado, eles disputaram a competição, que foi realizada na Alemanha, e ficaram entre os dez melhores times do mundo. A equipe ficou em oitavo lugar, à frente de países como Canadá, Portugal, Itália, Áustria, Índia e Coréia do Sul. Outra experiência internacional de alunos da Prefeitura do Recife foi em 2014, quando dois estudantes representaram o Brasil na Olimpíada Mundial de Robótica (World Robot Olympiad - WRO), realizada na Rússia.

 

Confira abaixo a equipe que vai representar o Recife no Japão e as competições que participaram:

 

- Paulo Poan Conceição Cavalcanti, 13 anos (Alemanha)

- Miguel Santos da Silva, 14 anos (Alemanha)

- Isaias Francisco da Silva Filho, 14 anos (Brasília)

- Maria Eduarda Oliveira de Lima Barbosa, 13 anos (Alemanha e Brasília)

- Ryan Vinícius Santos Morais, 16 anos (Rússia e Brasília)

- Thiago Roberto dos Santos, 14 anos (Brasília)

- Estevão Pereira da Silva, 16 anos

- Silvestre Lima de Morais, 16 anos

- Cid José Espíndola, coordenador do Programa de Robótica na Escola

- Suely Bezerra da Silva, coordenadora do Programa de Robótica na Escola

- Maria Mércia Botelho Novellino, professor na Utec Gregório Bezerra

- Victor Hugo Sabino dos Santos Araújo, monitor do Programa Robótica na Escola