NOTÍCIAS

Saúde | 20.03.20 - 16h59

Hospital da Mulher do Recife inicia Programa de Residência Especializada

img_alt

Os profissionais vão atuar em três áreas, pelo período de até três anos (Foto: Cortesia)

 

A fim de aperfeiçoar o padrão profissional e desenvolver as habilidades dos futuros profissionais de saúde, o Hospital da Mulher do Recife (HMR) Dra. Mercês Pontes Cunha, no Curado, recebeu, na última quinta-feira (19), os primeiros profissionais do Programa de Residência Médica Especializada. Credenciado pela Comissão Nacional de Residência Medica em três categorias, o HMR disponibilizou quatro vagas para residentes em ginecologia e obstetrícia; três vagas em pediatria com área de atuação em neonatologia; e duas vagas em radiologia e diagnóstico por imagem.

Com duração de dois a três anos, a residência conta com uma carga horária anual total de 2.880 horas, das quais de 10 a 20% são destinadas às atividades teóricas e de 80% a 90% às atividades práticas. O residente passará por avaliações mensais para aprovação do cenário de prática.

De acordo com a diretora geral do HMR, Isabela Coutinho, a residência na unidade pode contribuir muito para o futuro desses profissionais. “A experiência vivenciada pelo residente nesta unidade representará um marco profundo no perfil profissional desse futuro médico. A residência é mais que uma busca de aperfeiçoamento, é com esse processo que o profissional desenvolve diversas habilidades e valores éticos para a construção de uma medicina mais humanizada”, afirmou a médica e gestora.

O Hospital da Mulher do Recife se consolidou como referência no parto humanizado em Pernambuco. Este modelo permite um trabalho de parto ativo e participativo, tendo a mulher como protagonista do momento. Atualmente, a unidade apresenta uma média significativa de realização de 500 partos por mês.