NOTÍCIAS

Saúde | 21.04.20 - 10h28

Recife retoma vacinação contra gripe nesta quarta (22)

img_alt

Por causa do feriado de Tiradentes, a Secretaria de Saúde do Recife interrompe o serviço nesta terça-feira (21) (foto: Ikamahã/Arquivo Sesau PCR)

 

CONFIRA OS LOCAIS DE VACINAÇĀO AQUI

 

A Prefeitura do Recife interrompe a Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe nesta terça-feira (21), por causa do feriado de Tiradentes, e retoma a segunda fase da campanha nesta quarta-feira (22), em cerca de 150 unidades de saúde do Recife, das 8h às 17h. Nessa segunda-feira (20), a Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife aplicou mais de sete mil doses da vacina contra o vírus Influenza e recebeu mais 42 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde (MS).

Esta segunda etapa da campanha tem como público-alvo pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais (diabéticos, obesos, transplantados, entre outros), detentos e funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens em cumprimento de medida socioeducativa, profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais, militares, bombeiros, guardas municipais etc), além dos portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo. Os idosos e profissionais da saúde que não se vacinaram na primeira etapa continuam podendo se vacinar nesta nova fase.

O Programa de Imunização (PNI) do Recife vacinou cerca de 250 mil pessoas, tendo praticamente concluído a vacinação dos mais de 183 mil idosos da cidade - 99,6% do público-alvo, ultrapassando a meta de 90%. Também foram vacinados mais de 42 mil profissionais de saúde (66,8% do total, abaixo da meta de 90%). Já nesta segunda etapa, o Ministério da Saúde não estipula meta de vacinação. 

DOCUMENTOS  Para agilizar a vacinação, o PNI Recife recomenda que os usuários levem um documento de identificação, a carteira de vacinação e o cartão SUS (se tiverem esses dois últimos). Parte do público-alvo precisa apresentar também documentos que provem a necessidade da imunização. Os profissionais das redes pública e privada de saúde, por exemplo, devem levar comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho.

Já as pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais devem apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina. Os portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo devem apresentar documento comprobatório, como carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio dos sindicatos de transportes ou carteira de habilitação (categorias C ou E).

TERCEIRA ETAPA – O Ministério da Saúde dividiu a Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe deste ano em três etapas. Do dia 9 a 22 de maio, ocorrerá a terceira fase da vacinação, com foco em imunizar pessoas com deficiência, professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, grávidas, puérperas (mulheres que tiveram filho há até 45 dias) e adultos de 55 a 59 anos.