Secretaria de Segurança Urbana

NOTÍCIAS

Segurança Urbana | 24.04.16 - 21h32

Fim de semana com programação para todas as idades no Compaz

Festival Bola na Mente e Encontro Internacional de Budo/Aikidô levaram lazer, informação e aprendizado ao Alto Santa Terezinha. 

 


Atividades esportivas e culturais, oficinas e shows movimentaram o Centro Comunitário da Paz Governador Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha, durante este fim de semana. A quinta edição do Festival Bola na Mente e o Encontro Internacional de Budo (Aikidô) levaram centenas de pessoas ao Compaz. Com uma programação diversificada, que trouxe desde práticas esportivas a apresentações musicais, o Bola na Mente promoveu integração com a comunidade e aprendizado lúdico.

“O Compaz é um equipamento ótimo e tem que estar vivo. Procuramos ocupá-lo visando os aspectos cultural, social e educacional e a comunidade abraçou”, disse o produtor do Bola na Mente e coordenador do Movimento EcoCultural, organizador do evento, Josias de Mendonça.

As atividades ocuparam todas as áreas do Compaz: na quadra e no campo, o futebol animou crianças e jovens. Na praça de eventos, shows, apresentações musicais, oficinas de dança, percussão, DJ. Na área externa, grafite, horta orgânica e skate. A Biblioteca Afrânio Godoy recebeu aulas de ilustração e arte com materiais recicláveis. Jhonathan Pereira, 10 anos, passou a manhã do sábado vivenciando o Grafite nos muros do Compaz. “É muito bom participar. Porque se eu não estivesse aqui, ia estar em casa, assistindo filme e comendo”, revelou ele, que disse preferir passar o fim de semana fazendo algo diferente e ao ar livre.

No Dojô, o Encontro Internacional de Budo promoveu o contato com o Aikidô, arte marcial japonesa ensinada no Compaz. O professor João Almeida, de Portugal, foi o responsável pela condução das práticas e afirmou que houve uma grande evolução local para o esporte, desde a última vez que esteve no estado, há dez anos. “A escola aqui, hoje, tem uma maturidade e conta com um espaço fantástico, que é esse dojô. Um evento como esse proporciona a troca entre dojôs brasileiros, portugueses. Uma troca que enriquece a prática e abre os horizontes”, explica Almeida, praticante de Aikidô há 36 anos e professor há 21 deles.

No Compaz, são oferecidas turmas de Aikidô às quartas e sextas. Entre os benefícios do esporte, estão o ganho da autoconfiança, autoconhecimento, o equilíbrio dos níveis de estresse, a concentração e a forma de se relacionar com os outros. “No Aikidô trabalha-se o eu-indivíduo, o eu-outro e o eu-social. É uma prática que nos ajuda a melhorar como seres humanos”, afirmou o professor.