Secretaria de Segurança Urbana

NOTÍCIAS

Segurança Urbana | 26.10.17 - 18h28

Compaz Eduardo Campos e Ariano Suassuna ganham fab lab

img_alt

Empresa paulista que fez a doação é responsável pelo primeiro fab lab particular do Brasil (Foto: Guilherme Carvalho/Cortesia)

 

Vinte mil usuários dos Compaz Eduardo Campos e Ariano Suassuna receberam, na manhã desta nesta quinta-feira (26), laboratórios digitais para realizar experimentos de tecnologia. A doação foi feita pela empresa paulista Explorum, pioneira no segmento no país, para a Utec Cordeiro, que funciona dentro da Biblioteca Carlos Percol, no Compaz Ariano Suassuna.
 
Ao todo, 20 kits do Explorum Box foram doados paras os Compaz Eduardo Campos e Ariano Suassuna. Com os kits os alunos das Utecs poderão fazer experimentos que passam da automação até a confecção de jogos, e com isso aprender matemática, física e elétrica. Nele contém: placa de arduino, sensor de luz, sensor de distância, potenciômetro, botão, laser, buzzer, cabos, LED e servo motor.
 
Além dos kits, os alunos poderão acompanhar também as vídeo aulas com o conteúdo. "Nós temos como objetivo transformar a dinâmica de ensino. Queremos mudar a interação entre aluno e professor e valorizar o erro, pois ele é parte do processo de evolução do aprendizado", comenta Marco Rossi, fundador da Explorum.
 
Marco fez questão de entregar em mãos os kits e ficou encantado com o Compaz. "Já visitamos vários projetos no Sul e Sudeste, mas fiquei impressionado com o tamanho do impacto que o Compaz tem na cidade. E é essa a nossa missão: levar o impacto no ensino, cada vez mais para mais pessoas", revela. Essa é a primeira iniciativa da empresa no Norte-Nordeste. Ela existe desde 2015 e está presente em 40 escolas da rede privada e pública de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba.
 
Depois da entrega dos kits, os professores passarão por um treinamento para poder melhor aproveitar o material. "O próximo passo é o treinamento dos professores, quando serão apresentados vários planos de projeto e como aproveitar o material para as matérias da escola", revela Marco.
 
SOBRE O MOVIMENTO MAKER O movimento maker vem crescendo cada vez mais pelo país e estimula crianças, adolescentes e até adultos a criar, consertar e alterar objetos e produtos com suas próprias mãos.  A cultura maker chega às escolas como um aliado do aprendizado, estimulando a criatividade, o espírito colaborativo e o protagonismo do aluno.
 
Fab Lab é uma abreviação para “laboratório de fabricação” em inglês – um espaço onde pessoas de diversas áreas se reúnem para realizar projeto de fabricação digital de forma colaborativa.