Gabinete de Imprensa

NOTÍCIAS

Controle Urbano | 27.05.20 - 19h02

PCR autua 379 estabelecimentos e mais de 13 mil veículos foram ordenados a retornar para casa na quarentena rigorosa

img_alt

Largo comercial de Beberibe foi o quinto a receber operação da Prefeitura do Recife para cumprimento do Decreto Estadual nesta terça (26) e quarta (27). Foram 77 estabelecimentos foram autuados e 22 precisaram fechar as portas. Pontos de bloqueio de trânsito montados em toda a cidade já totalizaram 330 mil abordagens e 13 mil veículos voltaram para casa (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

 

Nesta terça (26) e quarta-feira (27), a Prefeitura do Recife realizou uma grande operação conjunta com o Governo de Pernambuco no largo comercial de Beberibe para a fiscalização das determinações do Decreto Estadual 49.017 e 49.024. Funcionários de diversos órgãos percorreram o comércio do bairro para garantir o cumprimento da quarentena rígida. Entre as ações, houve distribuição de máscaras, colocação de álcool e as blitz de veículos para verificação das placas e autorização de tráfego. 

Beberibe foi o quinto bairro a receber uma operação deste tipo desde o início da quarentena rígida, depois de Casa Amarela, Nova Descoberta, Água Fria e Afogados. Até hoje (27), foram realizadas 587 vistorias, que resultaram em 377 autuações, sendo 143 encerramentos de atividades ou embargos de obras e 236 notificações para ajustes de adequação. Já as 16 blitz montadas em toda a cidade abordaram mais de 330 mil veículos, ordenando o retorno de 13 mil deles para casa.

A Prefeitura do Recife esteve presente com cerca de 90 profissionais da Dircon, Guarda Municipal, Csurb, CTTU, Procon Recife, Secretarias de Saúde e de Governo, além da Polícia Militar e outros órgãos. Durante a ação, vários estabelecimentos do comércio formal e pessoas do comércio informal foram abordadas, o que resultou em 77 autuações, sendo 55 notificações para ajustes e adequações, 20 encerramentos de atividades que não estão autorizadas pelo Decreto Estadual e 02 embargos de obras. Entre os estabelecimentos que tiveram suas atividades encerradas estavam  lojas de roupas, lanchonete, loja de móveis, tabacaria, loja de eletrônicos, de utensílios domésticos e bares.

De acordo com Suellen Chagas, Chefe da Divisão Norte da Dircon, a maioria das notificações foram ocasionadas por ausência de marcadores de distanciamento no chão, pouco controle na quantidade de clientes dentro do estabelecimento e falta de funcionário portando álcool 70% na entrada para oferecer aos clientes. “Quase todos se comprometem imediatamente a corrigir as falhas para continuar funcionando, destacou. “Além disso, alguns estabelecimentos foram fechados por não se enquadrarem no perfil autorizado a funcionar de acordo com Decreto Estadual”, acrescentou.

Ainda em Beberibe, a Prefeitura do Recife também realizou a distribuição de máscaras e a aplicação de álcool 70% na entrada do Mercado Público e na Feira, e manterá as ações de distanciamento e higienização que já vêm sendo realizadas dentro de equipamentos públicos ao longo dos dias da Quarentena Rígida. Segundo Rúbia de Melo, Chefe da Divisão de Engenharia e Fiscalização da Csurb, desde quinta-feira, estão sendo distribuídas cerca de 50 máscaras por dia no Mercado de Beberibe. “Já em Afogados e Casa Amarela, que tem mais movimento, estamos distribuindo cerca de 200 máscaras por dia”, completou.

A Guarda Municipal prestou apoio ao trabalho realizado pelos demais servidores, além da Polícia Militar de Pernambuco. Já o Procon Recife, além de fiscalizar o cumprimento do Decreto Estadual, também realizou o monitoramento dos preços aplicados nos produtos em alguns estabelecimentos para verificar se existe abuso no valor ou produtos impróprios para venda com o prazo de validade vencido. 

TRÂNSITO - A CTTU montou três pontos fixos de controle no entorno da Praça da Convenção, no bairro de Beberibe, para fiscalizar o cumprimento da medida de restrição de circulação. Os agentes abordaram condutores e, no caso de ação em desacordo com o decreto estadual n° 49.024/2020, o cidadão foi orientado a retornar para casa. Os pontos fixos foram nas Avenida Hildebrando de Vasconcelos com a Rua Uriel de Holanda, na Praça da Convenção, nas alturas do Centro de Saúde Professor Monteiro de Moraes e da Rua Beberibe.

Além disso, 300 agentes de trânsito ficam espalhados em 16 pontos da cidade para fiscalizar a medida e orientar a volta pra casa se não houver autorização para trafegar naquele dia ou não apresentar declaração de serviço essencial.