NOTÍCIAS

Segurança Urbana | 30.09.15 - 21h50

Recife é a capital mais segura do Nordeste

Cidade também configura entre as dez capitais com a menor taxa de homicídios do País, de acordo com ranking do Fórum Brasileiro de Segurança Pública

 

Mais uma vez o Recife é considerada a capital mais segura do Nordeste. É o que confirma o ranking divulgado, nesta quarta-feira (30), pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. A pesquisa utilizou dados referentes a 2014 e analisou a ocorrência de crimes violentos letais intencionais (CVLI). A capital pernambucana encerrou o ano passado com uma taxa de 32 por 100 mil habitantes, ficando entre as dez capitais mais seguras do Brasil.

A taxa do Recife foi bem menor que a registrada pelo segundo lugar no ranking do Nordeste, Aracaju, que encerrou o ano com 47 homicídios para cada 100 mil habitantes. Em 2013, o Recife também apareceu como a capital mais segura do Nordeste. Os dados foram publicados no 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. O secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti, destacou a importância da integração do trabalho da Prefeitura com as Polícias Civil e Militar e com o Pacto Pela Vida do Governo do Estado. “Desde o início da gestão, o prefeito Geraldo Julio assumiu sua parcela de responsabilidade para a redução da criminalidade e criou uma política pública de combate à violência”.

Em 2013, Recife foi a primeira capital brasileira a criar um plano municipal de segurança. O Pacto Pela Vida do Recife foi elaborado em parceria com a sociedade, estudiosos e entidades do Estado. O programa atua em dez bairros prioritários e foi dividido em quatro eixos: Prevenção Social do Crime e da Violência; Controle e Ordenamento Urbano; Recuperação de Situação de Risco; e Participação Social e Promoção da Cultura Cidadã. 

Além do Pacto, a Secretaria de Segurança Urbana conta com uma série de ações que têm como foco a promoção da cidadania e a redução da criminalidade. Uma delas é o programa Trampolim, que capacitou e inseriu no mercado de trabalho 160 jovens egressos da Funase. Câmeras de videomoitoramento também foram instaladas em diversas ruas, parques e praças da cidade para reforçar a vigilância e prevenir crimes. O combate às drogas foi priorizado com o projeto 30 Segundos Contra o Crack, que contou com a participação de cineastas pernambucanos na produção de filmes de meio minuto sobre a prevenção do uso do entorpecente.

COMPAZ - Outra grande ação da Prefeitura do Recife de prevenção à criminalidade são os Centros Comunitários da Paz (Compaz). Cada unidade oferecerá diversos serviços, atividades de esporte e lazer, cursos e capacitação profissional, com foco, principalmente, nos jovens. A primeira unidade, localizada no Alto de Santa Terezinha, será entregue à população até o final do ano. No Cordeiro, um segundo centro está em construção e será inaugurado no começo de 2016.