Secetaria de Saúde

NOTÍCIAS

Saúde | 30.12.20 - 15h04

Janeiro terá 1.200 vagas para realização de mamografias no Recife

img_alt

Ações do mamógrafo móvel começarão nesta segunda-feira (4) e o caminhão percorrerá 20 pontos da capital (Foto: Ikamahā/Sesau)

 

CONSULTE O CALENDÁRIO AQUI

A partir desta segunda-feira (4), terá início a programação do mamógrafo móvel da Prefeitura do Recife para o primeiro mês de 2021. Em janeiro, a Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife disponibilizará 1.200 vagas para realização de mamografias. O caminhão circulará em 20 pontos dos oito Distritos Sanitários da capital, acolhendo mulheres entre 50 e 69 anos. A lista com os locais por onde o veículo passará pode ser acessada AQUI.

Como forma de frear a transmissão do novo coronavírus, e seguindo as recomendações do Plano de Convivência com a Covid-19, o atendimento às mulheres deve ser previamente agendado. As marcações são limitadas a 60 vagas e podem ser feitas de segunda a sexta, sendo 30 pela manhã, das 8h às 12h, e outras 30 à tarde, das 13h30 às 17h.

Para evitar aglomerações nos locais de atendimento, agentes de saúde vão identificar nas comunidades as mulheres que se encontram dentro da faixa etária de rastreio - preconizada pelo Ministério da Saúde. Em seguida, a equipe da unidade de saúde entra em contato com as usuárias para marcar a data e horário do exame. As mulheres interessadas em fazer a mamografia também podem ir até a unidade de saúde onde são cadastradas para solicitar o agendamento.

O uso de máscaras é obrigatório nos locais de atendimento e o distanciamento físico entre as usuárias deverá ser respeitado. Nos lugares onde o caminhão de mamografia estiver estacionado, haverá água, sabão e/ou álcool a 70% para higienização das mãos.

DOCUMENTOS - Para fazer o exame, é necessário levar documento de identificação, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e comprovante de residência. O resultado do exame é entregue em até 20 dias na unidade de saúde onde o veículo ficou estacionado ou naquela mais próxima ao local da ação. Quem está fora da faixa etária dos 50 aos 69 anos e precisa fazer a mamografia deve procurar a unidade de saúde onde é cadastrado para pegar um encaminhamento.

COMO IDENTIFICAR – As mulheres devem estar atentas às mamas, no dia a dia, para que possam reconhecer suas variações naturais e identificar as alterações suspeitas. Alguns sintomas podem ser nódulo (caroço) fixo, geralmente indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo), saída espontânea de líquido de um dos mamilos e pequenos nódulos no pescoço ou na região das axilas.

Além de realizar periodicamente o exame clínico e a mamografia, adotar hábitos saudáveis, manter o peso corporal adequado, praticar atividade física e evitar o consumo de bebidas alcoólicas ajudam a reduzir o risco de ter a doença. Amamentar também é um fator de proteção.